Bolsonaro critica PSDB e PT por não investir nas Forças Armadas

Bolsonaro critica PSDB e PT por não investir nas Forças Armadas

O deputado federal Jair Bolsonaro, pré-candidato do PSL à Presidência da República, aproveitou entrevista à RedeTV transmitida pelo Facebook para criticar a falta de investimentos e a gestão das Forças Armadas, que, segundo ele, estão sendo sucateadas desde o governo de João Figueiredo, último presidente do regime militar.

“O PT e o PSDB sempre ignoraram as Forças Armadas. Colocaram energúmenos para comandar as Forças Armadas. Vamos colocar um [general] quatro-estrelas para comandar”, afirmou o deputado, antecipando seu plano caso seja eleito em outubro.

Bolsonaro criticou também a política de desarmamento, por tirar do “cidadão de bem” o direito à resistência, disse que é preciso evitar progressões de pena, já que não existe prisão perpetua no Brasil, e defendeu o direito à defesa em operações policiais. “Não quero dar carta branca para policial matar, quero dar carta branca para policial não morrer”, frisou.

O pré-candidato na corrida pelo Palácio do Planalto adiantou também na entrevista o plano de construir um colégio militar na área do Campo de Marte na zona norte da capital paulista para formar milhares de garotos em ensino fundamental.

Aviação. O deputado comentou também a associação entre a brasileira Embraer e a americana Boeing. Segundo ele, a possível fusão é “bem-vinda” se beneficiar os dois lados. “Se a Boeing fizer um acordo que seja bom para eles e para nós, acho que [o negócio] é bem-vindo. Não podemos nos isolar do mundo. Se você pode fazer uma parceira onde todos vão ganhar, a associação é muito bem-vinda”, comentou o parlamentar.

Compartilhe
Previous MPF pede punição de servidores que compraram remédio chinês pelo SUS
Next AGU recorre novamente contra suspensão da posse de Cristiane Brasil

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Mesmo com protestos, governo francês reafirma reforma trabalhista

O primeiro-ministro da França, Édouard Philippe, destacou a vontade de levar adiante a reforma trabalhista, que deverá estar em vigor no fim de setembro, após o primeiro dia de mobilização

Política

Veja como será a rotina de Lula na cadeia onde pode ficar preso

Destino recorrente de presos na Operação Lava Jato, o Complexo Médico Penal de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, está em fase final de preparação para receber seu detento mais ilustre:

Política

Outros três delatores da Odebrecht depõem ao TSE nesta segunda

Mais três delatores da Odebrecht serão ouvidos nesta segunda-feira (6/3) pelo ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamin na ação que investiga a chapa Dilma Rousseff-Michel Temer, reeleita em