Venezuela expulsa brasileiro acusado de conspirar contra governo Maduro

Venezuela expulsa brasileiro acusado de conspirar contra governo Maduro

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, informou em sua conta no Twitter que o brasileiro Jonatan Diniz, detido no dia 28 de dezembro pelas forças de segurança da Venezuela, no estado de Vargas, foi expulso do país. O comunicado do ministro não dá detalhes da situação de Diniz, nem se ele vem para o Brasil.

“O incidente envolvendo o brasileiro Jonatan Moisés Diniz foi encerrado, com sua expulsão da Venezuela”, escreveu o ministro em sua conta.

Em nota divulgada na quinta-feira (4), o Itamaraty informou que acionou o Ministério das Relações Exteriores da Venezuela e as autoridades policiais daquele país para descobrir onde Diniz estava detido, bem como sua situação jurídica.

Na sexta-feira (5), o governo da Venezuela confirmou que o brasileiro estava preso no país.

Jonatan Diniz foi detido no dia 28 de dezembro pelas forças de segurança da Venezuela, no estado de Vargas. Segundo a agência oficial de notícias do país, o jovem foi acusado de manter atividades desestabilizadoras contra o regime de Nicolás Maduro.

O catarinense e três venezuelanos fariam parte da organização não governamental Time to Change the Earth (Tempo de Mudar a Terra, em tradução livre). Para o governo, a entidade seria uma “organização criminosa com tentáculos internacionais”, que distribuiria alimentos e bens a moradores de rua com o objetivo de obter recursos em moeda nacional com vistas a promover ações contra o governo.

Compartilhe
Previous Lauro: Univerão atrai público de todo o Estado interessado em conhecimento, cultura e diversão
Next Meirelles defende flexibilização em vez de suspensão da regra de ouro

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Câmara escolhe deputado e ex-ministro de Dilma para Conselho da República

plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira, 14, a escolha do deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA) e do ex-ministro da Justiça do governo Dilma Rousseff, Eugênio Aragão,

Política

Adversários de Lula assinam manifesto defendendo candidatura do petista

A deputada estadual gaúcha Manuela D’Ávila (PC do B) e o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) Guilherme Boulos, possíveis adversários do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Notícias

Cursos e oficinas do Univerão mobilizam mais de 2 mil participantes

Os mais de 100 minicursos e oficinas disponibilizados pela Univerão/Festur durante toda a semana, de 16 a 20, transformaram Lauro de Freitas no maior campus de troca de experiências e