Festival Virada Salvador supera expectativas e reúne 2 milhões de pessoas na Boca do Rio

Festival Virada Salvador supera expectativas e reúne 2 milhões de pessoas na Boca do Rio

O Festival Virada Salvador 2018 foi a maior festa de réveillon da história da capital baiana. Com novo local – a Boca do Rio, que substituiu o tradicional Comércio, no Centro Histórico – a variedade de shows e atrações conseguiu reunir um público de cerca de 2 milhões de pessoas, de soteropolitanos a visitantes de diversas partes do Brasil e do mundo, durante os cinco dias de festa. Somente na noite do dia 31, a contagem regressiva contou com a presença de 750 mil cidadãos. E o melhor: sem ocorrências graves e em clima de paz.

O prefeito ACM Neto avaliou que a festa foi aprovada por todos e que o local deverá ser consolidado como o principal espaço para eventos públicos a céu aberto da capital. “O melhor de tudo: foi uma festa que projetou Salvador para o Brasil e para o mundo, trouxe uma excelente repercussão para a cidade, gerou empregos, movimentou a nossa economia e aconteceu em um clima de paz e tranquilidade absolutas. Não tivemos qualquer tipo de incidente, seja no acesso ou mesmo dentro desse novo espaço, o que, é óbvio, consolida a Boca do Rio como um novo local para eventos de grande porte”, afirmou.

O presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, ressaltou que o desafio para os próximos anos é melhorar ainda mais a experiência da Arena na Boca do Rio, tanto em termos de atrações quanto de acessibilidade. “Queremos diversificar ainda mais a experiência das pessoas no local com mais atrativos de lazer, já que o espaço permite colocarmos mais itens além da roda gigante, da tirolesa e das estruturas gastronômicas e de artesanato. A intenção também é de fazer uma grade de shows ainda melhor, proporcionar mais acessibilidade no transporte e nos portais de acesso, dentre outros itens.”

Edington completou ainda que a Prefeitura pretende atrair mais eventos para a Boca do Rio, sejam eles realizados pela própria administração municipal quanto através de concessão à iniciativa privada. “Além disso, o Festival Virada Salvador possibilitou a valorização dos artistas da terra por meio da grande divulgação do evento, o que contribui para o fortalecimento da produção cultural da cidade”, finalizou.

Dentre os principais números dos cinco dias de festa, foram transportadas cerca de 1 milhão de pessoas por meio de ônibus, táxis e mototáxis; foram vendidas mais de 6 mil cartelas de estacionamento; quase 200 toneladas de resíduos coletados; 797 documentos encontrados; 16.267 crianças identificadas e 62 delas acolhidas. O setor hoteleiro registrou 100% de ocupação dos leitos para o Réveillon na região da orla – melhor resultado dos últimos anos. A estimativa é de que R$405 milhões tenham movimentado a economia local, e 410 mil turistas passaram a virada de ano na cidade.

SALTUR

Público – 2 milhões de pessoas nos cinco dias de festa. Ponto alto: dia 31/12 – 750 mil pessoas na Arena Daniela Mercury.

Tirolesa – 3,5 mil pessoas / média de 700 pessoas por dia.

Roda Gigante – 45 mil pessoas / média de 10 mil pessoas por dia.

Food Trucks – Média de 30 mil pessoas atendidas – melhor resultado das últimas três viradas.

Feira Criativa – Foram 40 estandes e todos registraram 100% de produtos vendidos.

Vila Pelô – Mais de 14 mil unidades de alimentos vendidos.

TRANSALVADOR

Estacionamento – 6.171 cartelas vendidas / 4.319 no Aeroclube e 1.852 nas áreas Zona Azul.

Fiscalização – 179 autuações, 81 remoções e três acidentes, com uma vítima.

Operação Lei Seca – 322 abordagens, com emissão de 34 autuações e oito remoções de veículos.

Veículos – 81.604 circularam pelo local nos cinco dias de festa.

Fluxo – Na quinta e sexta-feiras (28 e 29), o trânsito apresentou boa fluidez. No sábado (30), foram verificadas pequenas retenções no final dos shows, devido à travessia de pedestres. No domingo (31), pequenas retenções nas proximidades do evento durante a chegada do público e logo após a queima de fogos.

SEMOB

– 1 milhão de pessoas transportadas pelo Sistema de Transporte Público de Salvador (ônibus, táxis e mototáxis).

– 970 mil passageiros utilizaram ônibus; 18 mil circularam de táxi e 10 mil por mototáxi.

Operação – 43 linhas e 700 ônibus. No dia 31, foram disponibilizados ainda mais 200 veículos para as estações de transbordo.

SEMOP

Ordenamento de ambulantes

– 450 ambulantes licenciados;

– 104 agentes de fiscalização;

Baixo quantitativo de apreensões.

Salvamar

– 24 agentes na Praia da Boca do Rio;

– 33 pré-afogamentos (três no local do evento);

– Três encaminhamentos para o posto médico da Arena.

Poluição sonora

– Sem infrações na Arena Daniela Mercury;

– 44 ordens de serviço do Fala Salvador em Itapuã, Boca do Rio, Sussuarana, Pituba e Bonfim.

Iluminação

– 56 ocorrências na Arena Daniela Mercury;

– Tempo médio de atendimento: 56 minutos

– 1 mil projetores de 400 a 1.000w

– 1.300 luminárias “low bay” (indicada para interiores)

– 7km de iluminação complementar

– 150 profissionais

LIMPURB

– 198,5 toneladas de resíduos coletados;

– 122 ações de vandalismos nos sanitários químicos e contêineres climatizados, como acentos, vasos e torneiras quebradas, portas arrancadas e papeleiras danificadas;

– 1.662.000 litros de água e 3.884 litros de sabão utilizados;

– 232 colaboradores e 42 equipamentos envolvidos.

GUARDA MUNICIPAL

– 5.000 cartilhas informativas distribuídas;

– 16.267 crianças identificadas;

– 15 crianças perdidas e entregues aos responsáveis;

– 20 crianças foram encaminhadas ao Conselho Tutelar ou outro órgão responsável;

– 797 documentos e pertences pessoais achados e catalogados / 109 devolvidos durante o evento;

– 2.023 atendimentos – aumento de 552,6%, em comparação ao mesmo período do Réveillon do ano anterior, quando houve 310.

– 44 ocorrências – aumento de 175% em comparação ao mesmo período do Réveillon do ano anterior, quando houveram 16.

– Ocorrências mais comuns: prestação de socorro (10), intervenções em vias de fato (8), uso ou porte de substâncias ilícitas (5), furto a transeunte (4), agressão física/verbal (3), desordem (2), dentre outros.

OUVIDORIA

Fala Salvador – 94 registros (40,23% foram de informações/orientações e 43,68% foram de solicitação de serviço).

Mais demandas – Transalvador, Semop e Saltur.

SPMJ

Acolhimento – 62 crianças (34 meninos e 28 meninas)

Faixa etária – 28 com faixa etária de 0 a 6 anos; 22 com faixa etária de 7 a 11 anos; e 12 jovens de 12 a 17 anos.

Encaminhamentos –53 por meio do Conselho Tutelar; seis por meio de abordagem social e três por demanda espontânea.

SEMPS

– 533 atendimentos realizados

– 12 crianças e adolescentes em trabalho infantil

– 94 crianças e adolescentes em situação de risco social

– 117 crianças identificadas com pulseirinha

– 3.200 pessoas sensibilizadas pela campanha “Criança não é mão de obra”

DEFESA CIVIL

– 12 profissionais envolvidos (dentro e fora da Arena Daniela Mercury)

– 41 ocorrências nos cinco dias de festa

– Vistoria de estruturas e possibilidades de risco, boletins aos órgãos e acompanhamento da queima de fogos.

PREFEITURAS-BAIRRO

– 5 mil panfletos distribuídos sobre os serviços do órgão;

– 619 atendimentos (orientação, reclamação e sugestão);

– Apoio a uma criança perdida;

– Identificação e cuidado do entorno da festa.

COMUNICAÇÃO

– 40 matérias, notas e sugestões de pauta diariamente;

– 80 vídeos;

– 3 mil fotografias;

– 50 áudios;

– Envio de material e intermediação de fontes para imprensa local, regional e nacional.

Facebook da Virada

– 10 milhões de pessoas alcançadas;

– Mais de 500 mil manifestações, entre curtidas, comentários e compartilhamentos;

– Mais de 1 milhão de visualizações;

– Mais de 51 mil visitas ao perfil.

Compartilhe
Previous Rui Costa é o governador que mais cumpriu promessas de campanha
Next Cármen Lúcia pede relatório sobre condições de presídio após rebelião

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

MPF denuncia oito por desvio de cartuchos de impressora no Senado

O Ministério Público Federal em Brasília (MPF/DF) enviou à Justiça uma ação penal contra oito ex-funcionários terceirizados do Senado Federal pelos crimes de peculato e formação de quadrilha. De acordo

Mundo

Mercosul pedirá ao governo venezuelano para suspender a eleição constituinte

O vice-chanceler argentino Daniel Raimondi disse hoje (20) que o Mercosul fará um pedido para que o governo da Venezuela suspenda a convocatória para a eleição de uma Assembleia Constituinte

Política

Renan defende Nelson Jobim ou Joaquim Barbosa no lugar de Temer

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), passou a defender abertamente a substituição de Michel Temer na Presidência da República. A favor de eleições indiretas, realizadas pelo Congresso,