BC sinaliza que pode fazer novo corte na taxa básica de juros em fevereiro

BC sinaliza que pode fazer novo corte na taxa básica de juros em fevereiro

A taxa básica de juros, a Selic, poderá voltar a ser reduzida em fevereiro de 2018. É o que sinalizou o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, em ata da última reunião, realizada na semana passada, quando a taxa chegou ao seu menor nível histórico: 7% ao ano. A expectativa de instituições financeiras é que essa taxa seja reduzida em 0,25 ponto percentual na próxima reunião do comitê, indo para 6,75% ao ano.

No documento, o Copom diz que seria “apropriado sinalizar” que poderá haver nova redução “moderada” na próxima reunião, “sob a perspectiva atual”. “Mas [os membros do Copom] avaliaram que cabia advertir que essa visão é mais suscetível a mudanças na evolução do cenário e seus riscos que nas reuniões anteriores”, diz a ata.

O Copom destacou que “houve consenso em manter liberdade de ação, mas sinalizar que o atual estágio do ciclo [de cortes na taxa básica] recomenda cautela na condução da política monetária [decisões sobre a Selic]”.

Segundo o comitê, a continuidade da redução da Selic depende da evolução da atividade econômica e das expectativas de inflação.

O Copom também destacou que a aprovação da reforma da Previdência é fundamental para manter a inflação baixa.

“Todos os membros do comitê voltaram a enfatizar que a aprovação e a implementação das reformas, notadamente as de natureza fiscal, e de ajustes na economia brasileira, são fundamentais para a sustentabilidade do ambiente com inflação baixa e estável, para o funcionamento pleno da política monetária e para a redução da taxa de juros estrutural da economia, com amplos benefícios para a sociedade”, enfatizou.

Compartilhe
Previous CCJ do Senado aprova quarentena para ex-juristas exercerem advocacia
Next Acordo sobre planos econômicos deve ser protocolado hoje no STF

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Mesmo rejeitado em dois plebiscitos, Temer volta defender o parlamentarismo para 2018

O presidente Michel Temer voltou a defender nesta terça-feira a adoção de um sistema parlamentarista no Brasil, se possível já para a eleição de 2018, e citou os exemplos de

Notícias

Nível de reprovação a Temer atinge novo recorde e vai a 94%, aponta pesquisa

O nível de reprovação dos brasileiros em relação ao presidente Michel Temer (PMDB) atingiu novo recorde, aponta pesquisa feita pela Ipsos Public Affairs. Levantamento feito na primeira quinzena de julho,

Notícias

PP reivindica comando do Ministério das Cidades

Dono da quarta maior bancada da Câmara, com 45 deputados, o PP reivindica o Ministério das Cidades e quer indicar para o posto o atual presidente da Caixa Econômica Federal