Salvador: Câmara aprova correção ao nome da Avenida Paralela

Salvador: Câmara aprova correção ao nome da Avenida Paralela

A Câmara Municipal aprovou, em sessão ordinária na tarde desta terça-feira (5), 98 proposições consideradas não polêmicas de autoria dos vereadores de Salvador. Entre as matérias referendadas no Plenário Cosme de Farias, o Projeto de Lei nº 527/17, de autoria do vereador J. Carlos Filho (SD), que altera de “Luís Viana” para “Luís Viana Filho” o nome da Avenida Paralela.

O autor da proposta, que revoga o Artigo 1º da Lei 2.247, de 5 de junho de 1970, explicou a intenção da proposição. “À época, a ideia era homenagear o então governador da Bahia, Luís Viana Filho. Equivocadamente, seu pai foi o homenageado. É uma justiça social que essa Casa faz para uma pessoa que muito contribuiu para a história social, política e economia”, afirmou J. Carlos Filho.

Para o presidente do Poder Legislativo, vereador Leo Prates (DEM), “a Câmara corrige um erro histórico” ao aprovar o projeto de lei do vereador J. Carlos Filho.
Entre as 98 propostas aprovadas em plenário, foram oito projetos de lei, 49 indicações, nove resoluções, 27 moções e cinco requerimentos.

Compartilhe
Previous Presidente do STF dá 48 horas para que tribunais informem remuneração de juízes
Next Comissão da Mulher realiza audiência pública em Vera Cruz

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Submarino com 44 pessoas desaparece na Argentina

A Marinha da Argentina confirmou nesta sexta-feira (17/11) que procura um submarino militar com 44 tripulantes com o qual o contato foi perdido há mais de 48 horas. Apesar da

Política

Lava-Jato: Janot revela como funciona ‘teia criminosa’ da corrupção

Em meio à grande ofensiva que prepara contra pelo menos 170 políticos – entre deputados, senadores e ex-parlamentares – citados em mais de 900 depoimentos de 77 delatores da empreiteira

Política

Temer abre em Nova York a Assembleia Geral da ONU

O presidente Michel Temer faz hoje (19) o discurso de abertura da 72ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, seguindo a tradição de o Brasil