Fachin bloqueia R$ 12,7 milhões de Geddel Vieira Lima

Fachin bloqueia R$ 12,7 milhões de Geddel Vieira Lima

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), ordenou, nesta quarta-feira (6/12), o bloqueio de R$ 12,7 milhões de cotas em empreendimentos imobiliários que teriam sido usadas para lavagem de dinheiro pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima, seu irmão, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), Marluce Vieira Lima, mãe dos dois, e o empresário Luiz Fernando Machado da Costa Filho. A informação é do jornal O Globo.

A decisão foi tomada a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em ofício enviado ao STF na última terça-feira, com a denúncia apresentada contra o grupo.

De acordo com a reportagem, o valor que Dodge pediu para ser sequestrado corresponde à lavagem supostamente cometida por meio das empresas GVL Empreendimentos, M&M Empreendimentos, Vespasiano Empreendimentos e Cosbat Construção e Engenharia. As empresas construíram sete empreendimentos. Parte desses imóveis será alvo do confisco.

Fachin também deu prazo de 15 dias para os quatro apresentarem manifestação de defesa sobre a denúncia apresentada. Terão o mesmo prazo Gustavo Pedreira do Couto Ferraz, ex-secretário de Defesa Civil de Salvador, e Job Ribeiro Brandão, ligado à família Vieira Lima. Os dois também foram denunciados por suspeita de participação no esquema.

Segundo o texto, na mesma decisão, o ministro determinou a abertura de novo inquérito para investigar a prática de peculato por parte de Geddel, a mãe, o irmão deputado e outro irmão, Afrísio Vieira Lima Filho. Eles são suspeitos de se apropriar de até 80% dos rendimentos pagos pela Câmara dos Deputados a servidor, bem com o desvio de finalidade relativo a outros funcionários vinculados ao deputado federal denunciado.

Dodge também pediu a imposição de medidas cautelares a Lúcio Vieira Lima e à mãe dele: recolhimento noturno, monitoramento eletrônico e pagamento de fiança. Fachin determinou que ambos se manifestassem sobre esse pedido antes de tomar a decisão.

Compartilhe
Previous Temer comemora décima redução de juros seguida em seu governo
Next Câmara aprova urgência de projeto de socorro à Caixa com FGTS

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Oposição na Venezuela pede a militares que parem repressão e rompam com Maduro

A oposição exortou nesta sexta-feira os militares a cessar a “repressão” na Venezuela e a retirar seu apoio ao presidente Nicolás Maduro, que tem nas Forças Armadas sua principal sustentação.

Notícias

MDB e PSDB devem ser adversários em ao menos 16 Estados

A formação de uma eventual chapa entre PSDB e MDB para a eleição presidencial seria uma parceria replicada em poucos Estados em campanhas para governador. Apesar da retomada das negociações

Mundo

Funcionários da Casa Branca se preocupam após Trump trocar chefe de gabinete

Duas horas depois do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tuitar na sexta-feira que estava substituindo Reince Priebus por John Kelly como chefe de gabinete, os colegas de Priebus começaram