Receita notifica 74.442 autônomos suspeitos de sonegação

Receita notifica 74.442 autônomos suspeitos de sonegação

A Receita Federal começou a notificar profissionais liberais e autônomos que declararam rendimentos do trabalho recebidos de outras pessoas físicas, mas não recolheram a contribuição previdenciária sobre os valores. De acordo com o fisco, desde segunda-feira (4/12) estão sendo enviadas 74.442 cartas a contribuintes de todo o país, sendo 21.485 apenas no estado de São Paulo.

Chamada de “Operações Autônomos”, a ação tem como objetivo alertar os contribuintes, que poderão recolher os valores devidos espontaneamente, sem multas, até 31 de janeiro de 2018.

A partir de fevereiro, porém, a Receita começará a autuar quem não pagar o tributo, que, dessa forma, serão multados em 75% a 225% sobre o valor devido. “Além disso, o contribuinte estará sujeito a representação ao Ministério Público Federal para verificação de eventuais crimes contra a ordem tributária”, reforça o órgão, em nota.

As contribuições são referentes aos anos de 2013, 2014 e 2015. A Receita tem indício que, nesse período, foram sonegados R$ 841,3 milhões. Quase 30% desse valor se refere aos contribuintes de São Paulo.

O foco da operação são contribuintes autônomos como médicos, dentistas, psicólogos, pintores, eletricistas e outros. Esses profissionais têm que pagar 20% sobre o rendimento como contribuição previdenciária.

Compartilhe
Previous Cesare Battisti é intimado a colocar tornozeleira eletrônica
Next Argentina reconhece morte de toda tripulação de submarino Ara San Juan

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Cotidiano

São Cristóvão e Mussurunga recebem praças requalificadas nesta quinta

De uma só vez, a Prefeitura, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal) – autarquia vinculada à Secretaria de Manutenção (Seman) -, entrega dois espaços públicos recuperados

Política

No Twitter, Lula posta fotos de Moro com Temer e Aécio

Em sua conta oficial no Twitter, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva postou fotos onde aparece o juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava-Jato na primeira instância da

Notícias

Já imaginava que seria alvo do debate, diz Haddad

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, afirmou após o debate das emissoras católicas que já imaginava que seria o alvo dos demais candidatos. No encontro dos presidenciáveis, realizado