Justiça mantém bloqueio de R$ 4 milhões de ex-presidente da Petrobras

Justiça mantém bloqueio de R$ 4 milhões de ex-presidente da Petrobras

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região manteve hoje (5), por unanimidade, o bloqueio de R$ 4 milhões das contas correntes do ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine, que se encontra preso preventivamente desde 31 de julho, no âmbito da Operação Lava Jato.

O bloqueio foi imposto pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, por ocasião da prisão do executivo. A defesa entrou com recurso no TRF4, relatando não haver provas suficientes de que Bendine teria recebido dinheiro desviado de contratos com a Odebrecht, conforme relatado por delatores da empreiteira.

Nesta terça-feira, os desembargadores João Pedro Gebran Neto, Victor Laus e Leandro Paulsen entenderam haver indícios suficientes para justificar o bloqueio, entre eles uma anotação na agenda de Marcelo Odrebrecht, ex-presidente-executivo da empreiteira.

Compartilhe
Previous PGR pede recolhimento noturno do deputado Lúcio Vieira Lima
Next Não podemos substituir políticos por funcionários públicos, diz Gilmar Mendes

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Idosa de 67 anos tenta cometer suicídio em Feira de Santana

Uma idosa de 67 anos é suspeita de tentar tirar a própria vida com um golpe de faca no abdômen, em Feira de Santana. O caso foi registrado na noite

Notícias

Em convenção municipal do PSDB, Doria e Alckmin falam em “unidade”

Adversários na disputa interna que vai decidir o candidato do PSDB à Presidência em 2018, o governador Geraldo Alckmin e o prefeito João Doria adotaram um discurso de unidade durante

Notícias

Ao TSE, Huck diz que não vai disputar eleição

A defesa de Luciano Huck informou ao TSE que ele “reitera que não será candidato no pleito deste ano”. A afirmação consta do processo em que o apresentador é acusado