Coronel chama Manuela D’Ávila de futura presidente da República

Coronel chama Manuela D’Ávila de futura presidente da República

Recebida pelo anfitrião com a gentileza de “futura presidente da República”, a pré-candidata ao Palácio do Planalto pelo PCdoB, deputada estadual Manuela D’Ávila (RS), visitou o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Angelo Coronel (PSD), na tarde desta segunda-feira (4).

Foi o primeiro estado do país visitado, efetivamente, depois do pré-lançamento. “Estive muito ligeiramente no Ceará”, disse Manuela – que não conhecia Salvador -, acompanhada do alto escalão da legenda no Estado.

Vim conversar com os baianos, visitar os colegas e conhecer um pouco mais o trabalho feito aqui na Bahia, que tem mostrado indicadores sociais muito bons”, destacou, Manuela. “Tenho a honra em receber a visita desta grande deputada, e suas propostas não têm como deixar de ser analisadas”, ressaltou o chefe do Legislativo baiano.

O clima descontraído pontilhou a conversa, que – como não poderia deixar de ser -, girou em torno das eleições 2018, notadamente acerca do potencial das redes sociais para fazer decolar os candidatos. Coronel e Manuela compartilharam preocupação com o uso de fakes (perfil falso explorado na internet) durante o pleito de outubro próximo.

Angelo Coronel manifestou interesse em conhecer as iniciativas do Congresso Nacional, no sentido de coibir a prática dos fakes no processo eleitoral, e criticou a legislação concernente ao tema e a limitação de pessoal especializado no combate a esses crimes. “Ninguém sabe onde isso vai parar”, enfatizou, Coronel, referindo-se ao abuso e ataques pessoais na internet.

A comunista endossou as preocupações do presidente da Alba, e ainda observou os riscos que são potencializados com as novas tecnologias disponíveis nos modernos aparelhos celulares. “Temos pessoal capacitado no país no enfrentamento a crimes de pedofilia na rede, mas o de ódio ainda não”, lembrou a deputada.

Manuela D’Ávila esteve acompanhada de correligionários: os deputados federais Davidson Magalhães (presidente estadual da legenda) e Alice Portugal; dos estaduais Zó e Fabrício Falcão, do presidente da Executiva municipal do partido, Everaldo Augusto, da vereadora Nildman (Vitória da Conquista) e do ex-deputado estadual Javier Alfaya.

A impressão da visitante e do anfitrião acerca das propostas dos demais postulantes a subirem a rampa do Planalto em 1º de janeiro de 2018 também esteve no cardápio das conversas, sobretudo as mais esdrúxulas, como a de armar a sociedade como forma de combater o crime. As pesquisas eleitorais também ocuparam espaço no bate-papo.

A gaúcha Manuela aparece na última pesquisa Datafolha para presidente, oscilando entre 1% a 3% – conforme o cenário da consulta -, das intenções de voto dos brasileiros, à frente de nomes como o ministro Henrique Meirelles (Fazenda); do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad e do líder do MST, Guilherme Boulos.

Manuela D’Ávila é deputada estadual no Rio Grande do Sul, obtendo a maior votação para o cargo em 2014. Natural de Porto Alegre, foi eleita a vereadora mais jovem da história da capital gaúcha, em 2004. Conquistou ainda uma cadeira na Câmara Federal em 2006, renovando o mandato em 2010. Atualmente é a pré-candidata de sua agremiação partidária à sucessão presidencial.

Compartilhe
Previous 'Heterossexual está virando minoria', afirma ministro do STJ
Next Telefonia fixa registra redução de 107 mil linhas em outubro

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Lula a militantes: ‘Não façam dos meus problemas um problema de vocês’

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva encerrou neste sábado, um ato junto de militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em Pernambuco. Em um breve

Cotidiano

PF descobre até “caixa 3” em contratos do Banco do Nordeste

A Polícia Federal e o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) deflagraram nesta sexta-feira (22/12) a Operação Caixa 3, que investiga “indícios de gestão fraudulenta em operações de

Notícias

Homem de 65 anos é preso em Milagres acusado de matar esposa na frente dos filhos em Brejões

Um homem de 65 anos foi preso nesta terça-feira (22) em Milagres, acusado de ter matado a esposa com um tiro na cabeça, cujo crime ocorreu há 13 anos na