Argentina reconhece morte de toda tripulação de submarino Ara San Juan

Argentina reconhece morte de toda tripulação de submarino Ara San Juan

Pela primeira vez, o governo argentino reconheceu que os 44 tripulantes do submarino ARA San Juan, que desapareceu no dia 15 de novembro, “estão todos mortos”.

Segundo o ministro da Defesa do país, Oscar Aguad, disse em uma entrevista à TV “Todo Noticias” que a missão de busca e resgate, encerrada na última quinta-feira (29/11), “é iniciada quando há desaparecidos no mar e é encerrada quando todos foram salvos ou não há mais condições para que a vida exista”.

De acordo com uma nota da Marinha, recebida pelo governo, as condições ambientais e o tempo que já passou desde o desaparecimento “são incompatíveis com a existência humana”. “Então estão todos mortos?”, questionou o apresentador do jornal, “Exatamente”, respondeu Aguad.

No entanto, o ministro afirmou que o presidente do país, Mauricio Macri, ordenou a manutenção da busca pelo equipamento por “esse ser um compromisso que assumimos com as famílias”. “As normas internacionais impõem esses limites. Não podemos continuar a procurar a vida de maneira indefinida quando não há mais condições dela existir”, acrescentou.

Aguad também foi questionado sobre a manutenção do ARA San Juan, que teria “passado com sucesso por todos os controles” e estava em “condições perfeitas para navegar”.

O submarino desapareceu, sem deixar rastros, após cumprir uma missão na Patagônia. No último comunicado, os tripulantes relataram um princípio de incêndio em parte das baterias. Um estudo norte-americano detectou que, na área do sumiço, houve um evento similar a uma explosão.

Compartilhe
Previous Receita notifica 74.442 autônomos suspeitos de sonegação
Next Quase 1 bilhão de pessoas no mundo vivem sem eletricidade, diz a ONU

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Temer usa Twitter para comentar dados do Caged

O presidente Michel Temer usou as redes sociais para comentar os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta segunda-feira (20/11) pelo Ministério do Trabalho. “O Brasil

Política

Coronel pede a Rui Costa a construção do Hospital do Homem em Salvador

O cuidado com a saúde masculina na capital baiana poderá ganhar um reforço de peso. Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Angelo Coronel (PSD), solicitou ao governador Rui

Notícias

Com novas regras, Receita estima que 52 mil empresas migrem para modalidade MEI

A Receita Federal estima que cerca de 30% das empresas aptas a integrarem a modalidade de Microempreendedor Individual (MEI) farão a migração em 2018. A partir do dia 1º de