ACM Neto recebe prêmio de Brasileiro do Ano em São Paulo

ACM Neto recebe prêmio de Brasileiro do Ano em São Paulo

Numa noite de gala na capital paulista, o prefeito ACM Neto recebe hoje (05) o prêmio de Brasileiro do Ano 2017, na categoria Política, em evento realizado no Tom Brasil, zona sul de São Paulo. No total, foram 16 premiados, entre personalidades que se destacaram nas mais diversas áreas, a exemplo também de Comunicação, Economia, Cultura, Televisão e Empreendedorismo.

Em coletiva pouco antes do evento, ACM Neto disse que compartilha o prêmio com os brasileiros, baianos e soteropolitanos. “Sinto alegria de estar recebendo este prêmio, sobretudo em um momento de dificuldade da classe política. Quero dividir essa conquista principalmente com os soteropolitanos que, desde 2013, acreditam em nosso trabalho, numa gestão que mudou e está mudando Salvador”, ressaltou o prefeito. 

ACM Neto afirmou ainda que o prêmio aumenta a responsabilidade com Salvador. “É um estímulo para continuarmos trabalhando ainda mais”, declarou, ao lado de outras personalidades que serão agraciadas, a exemplo do juiz federal Sérgio Moro, do apresentador Luciano Huck, e do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Compartilhe
Previous Catado de Cultura estreia na TV pública do Legislativo baiano
Next Após absolver Lula, TSE também rejeita multar Bolsonaro por campanha antecipada

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Estudantes podem se inscrever para vagas remanescentes do Fies

Os estudantes que querem concorrer a uma vaga no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) devem ficar atentos aos prazos. As inscrições para as vagas que não foram preenchidas no processo

Política

Aécio Neves rebate a PGR e diz que sua prisão seria “aberração”

A defesa do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) alegou inexistência de crime inafiançável por parte do tucano, ao rebater o segundo pedido de prisão feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Notícias

Cármen Lúcia quer tempo para decidir sobre impedimento de Gilmar

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, tem se posicionado, internamente, a favor de que os ânimos se acalmem, após a Procuradoria-Geral da República (PGR) ter entrado