Galo condena derrubada de casas em Vitória da Conquista: “desumana”

Galo condena derrubada de casas em Vitória da Conquista: “desumana”

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelino Galo (PT), condenou veementemente a derrubada de casas no bairro Nova Cidade, em Vitória da Conquista, entre às 5h e 6h30 da manhã desta segunda-feira (4). De acordo com relato de moradores, prepostos da prefeitura comandada por Herzem Gusmão (PMDB) chegaram ao bairro, com tratores e policiais militares, e derrubaram os imóveis sem estabelecer qualquer tipo de diálogo.

“Os moradores, que são pobres, foram pegos de surpresa e expulsos dos imóveis, com crianças e idosos. Essa é mais uma atitude desumana, vergonhosa de quem, ao invés de cuidar do ser humano e apresentar uma alternativa àqueles cidadãos, um plano habitacional para reduzir o déficit na cidade, só sabe perseguir e massacrar os mais pobres. É uma gestão desastrosa”, enfatizou Galo, para quem há “evidentes” retrocessos nesses quase dois anos de gestão peemedebista. “Falta sensibilidade social e políticas públicas que foquem no desenvolvimento sustentável e inclusivo de Conquista. Não há compromisso com essa pauta, e essa ação, que atenta contra o princípio da dignidade humana, prova isso. Há apenas retrocessos”, afirma.

A prefeitura informou que cumpriu uma determinação judicial de reintegração de posse. O terreno ocupado na Serra do Periperi, segundo a gestão, pertence ao município.

Compartilhe
Previous Embarcação russa descerá a 950m de profundidade em busca de submarino
Next “Atividade do Poder Judiciário não é passiva”, diz Cármen Lúcia

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE terá sessões no sábado

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, marcou mais sete sessões extraordinárias, inclusive no sábado (10), para o julgamento da ação em que o PSDB pede a

Notícias

Arlindo Cruz deixa a CTI e vai para unidade semi-intensiva

Na noite deste domingo (28/5), Arlindo Cruz deixou o centro de terapia intensiva no hospital Casa de Saúde São José, localizado no Rio de Janeiro, e foi levado para a

Notícias

Temer vê dificuldade em aprovar reforma da Previdência depois de fevereiro

O presidente Michel Temer disse que o governo não pode ficar discutindo a reforma da Previdência ao longo de todo o ano e afirmou que o tema precisa ser votado