Brasil esbarra em rígida defesa e fica no empate com Inglaterra em Wembley

Brasil esbarra em rígida defesa e fica no empate com Inglaterra em Wembley

A Seleção Brasileira se despediu da temporada 2017 com um empate. No primeiro jogo contra uma equipe europeia desde que Tite assumiu o cargo de técnico, o time canarinho não furou a retranca da Inglaterra e ficou no 0 a 0, na tarde desta terça-feira, no Estádio de Wembley, em Londres.

A Seleção Brasileira se despediu da temporada 2017 com um empate. No primeiro jogo contra uma equipe europeia desde que Tite assumiu o cargo de técnico, o time canarinho não furou a retranca da Inglaterra e ficou no 0 a 0, na tarde desta terça-feira, no Estádio de Wembley, em Londres.

O jogo

Diante do retrancado 3-5-2 inglês e de quase 85 mil pessoas, o Brasil começou arriscando de longa distância. O lateral direito Daniel Alves e o atacante Neymar foram os primeiros a chutar, mas mandaram a bola longe do gol de Joe Hart.

A melhor chance do time canarinho no primeiro tempo ocorreu aos 12 minutos, quando Gabriel Jesus recebeu cruzamento de Daniel Alves na área e cabeceou. O goleiro Joe Hart caiu e fez a defesa sem grandes problemas.

Errando muitos passes na frente da área britânica, os comandados de Tite insistiram nos arremates de longe. Sem pontaria, os brasileiros isolaram a bola na maioria das vezes. Aos 45 minutos, Marcelo cruzou e achou Paulinho na marca do pênalti. O volante, porém, testou por cima do gol. Já os donos da casa só fizeram Alisson trabalhar uma vez na primeira etapa, mas o goleiro brasileiro não teve dificuldades para encaixar a bola.

O panorama continuou o mesmo na etapa complementar. Logo no primeiro lance, a Seleção Brasileira quase abriu o placar, após passe de Neymar, que deixou Philippe Coutinho livre na área. O meia-atacante, contudo, bateu em cima do goleiro Hart.

Na tentativa de transpor o bloqueio inglês, Tite promoveu as entradas de Willian e Roberto Firmino nos lugares do apagado Philippe Coutinho e de Gabriel Jesus, que saiu com dores no joelho direito. Mas foi Fernandinho, que havia substituído Renato Augusto, quem chegou perto do gol, aos 31 minutos, quando bateu de longe, atingindo o pé da trave.

As mudanças não alteraram o rumo da partida e o Brasil continuou com dificuldades em passar pela defesa britânica. A última chance ocorreu aos 39 minutos, quando Paulinho recebeu de Neymar na direita, invadiu a área e bateu cruzado, exigindo grande defesa de Hart. Aos 43, Alisson salvou a Seleção após sair bem do gol e defender com a perna o chute de Lingard, que recebeu livre na área.

INGLATERRA 0 X 0 BRASIL

INGLATERRA
Hart; Gomez, Stones e Maguire; Walker, Livermore (Danny Rose), Dier, Bertrand (Ashley Young) e Loftus-Cheek (Lingard); Rashford (Abraham) e Vardy (Solanke)
Técnico: Gareth Southgate

BRASIL
Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto (Fernandinho), Philippe Coutinho (Willian) e Neymar; Gabriel Jesus (Roberto Firmino)
Técnico: Tite

Local: Estádio Wembley, em Londres (Inglaterra)
Data: 14 de novembro de 2017, terça-feira
Árbitro: Artur Soares Dias (POR)
Público: 84.595 pessoas
Cartões amarelos: Livermore (Inglaterra); Daniel Alves (Brasil)

Compartilhe
Previous Petrobras produziu 2,77 milhões de barris de petróleo e gás por dia em outubro
Next Câmara de Salvador autoriza empréstimo junto à Caixa

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Esportes

Com dois gols de Edigar Junio, Bahia busca empate contra o Palmeiras

Era um daqueles jogos em que poderia se dizer que a derrota era um resultado injusto para o Bahia. Ao menos desta vez, o futebol fez justiça. Após sair perdendo

Notícias

De volta a Juazeiro, na Bahia, Daniel Alves aceita desafio e ara terra

Após o fim da última temporada europeia, o lateral-direito da Seleção Brasileira e da Juventus Daniel Alves voltou à sua terra natal, Juazeiro do Norte, na Bahia. Desde então, o

Notícias

Hamilton celebra vitória sem erros e exalta disputa com Vettel na F-1

Lewis Hamilton botou ainda mais fogo no Mundial de Fórmula 1 neste domingo (27/8), ao vencer o GP da Bélgica. Agora, o piloto da Mercedes está a apenas sete pontos