Número de mortos em terremoto entre Irã e Iraque passa de 320

Número de mortos em terremoto entre Irã e Iraque passa de 320

Um violento terremoto atingiu a fronteira entre Irã e Iraque no fim do domingo (12/11) e deixou ao menos 328 pessoas mortas e outras 2.000 feridas apenas em uma montanhosa região do Irã, de acordo com a imprensa estatal. O governo de Bagdá, por sua vez, confirmou ao menos sete mortes e 321 feridos do seu lado da fronteira.

O tremor de magnitude 7,3 teve como epicentro uma área 31 quilômetros distante da cidade iraquiana de Halabja, no leste do país, segundo o Centro de Pesquisa Geológica dos EUA. Ele ocorreu a uma profundidade de 23,2 quilômetros.

O fenômeno foi sentido bem a oeste na costa do Mediterrâneo. Os piores estragos, porém, aparentemente se concentraram na província de Kermanshah, no oeste do Irã, situada nas Montanhas Zagros, que dividem Irã e Iraque. Moradores dessa região rural são em sua maioria agricultores e têm criações de animais.

Nas mídias sociais e na imprensa iraniana, foram veiculados vídeos de pessoas que fugiam de suas casas à noite. Ao menos 50 tremores secundários foram registrados.

A imprensa estatal iraniana informou sobre o aumento no número de vítimas no início desta segunda-feira e disse que as buscas serão aceleradas durante o dia. O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, enviou suas condolências às vítimas e pediu que as equipes façam todo o possível para ajudar os afetados, segundo a imprensa estatal.

A agência semioficial ILNA afirmou que ao menos 14 províncias do Irã foram afetadas pelos tremores. Autoridades informaram que as escolas nas províncias de Kermanshah e Ilam não abririam hoje. O Irã fica sobre grandes falhas geológicas e está sujeito a tremores quase diários. Em 2003, um terremoto de magnitude 6,6 na cidade de Bam deixou 26 mil mortos. O último grande tremor no país havia ocorrido em agosto de 2012 e deixou mais de 300 mortos.

No Iraque, um porta-voz do governo, o general Saad Maan, afirmou que todas as mortes registradas em seu país haviam ocorrido na região semiautônoma curda, no norte. Os tremores sacudiram prédios e casas em outras regiões do Iraque, de Irbil e Bagdá e foram sentidos até mesmo na província de Âmbar, no extremo oeste do país.

Compartilhe
Previous Fora da agenda, Temer recebe Gilmar Mendes no Palácio do Jaburu
Next Ter um bom relacionamento com a Rússia é uma coisa boa, diz Trump

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Decisão sobre disputar governo do Estado só sairá depois do carnaval, diz ACM Neto; ASSISTA

Durante coletiva com imprensa nessa quarta-feira(20), o prefeito ACM Neto(DEM) se esquivou quando questionado sobre uma possível candidatura ao governo do Estado em 2018 e declarou que a decisão deve

Economia

Copom reduz juros básicos para 7% ao ano, o menor nível da história

Pela décima vez seguida, o Banco Central (BC) baixou os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu hoje (6) a taxa Selic em 0,5

Notícias

Sidninho quer impedir prejuízos para mototaxistas

O vereador Sidninho (Podemos) questionou o decreto que estabelece diversas regras para a regulamentação do serviço de mototaxistas e que foi tema da Tribuna Popular na Câmara Municipal, esta semana.