Oito vítimas de massacre no Texas eram da mesma família

Oito vítimas de massacre no Texas eram da mesma família

Uma grávida de oito meses, seus três filhos e o sogro dela estão entre as 26 vítimas do ataque contra uma igreja Batista em Sutherland Springs, no Texas, ocorrido no domingo (5/11). Os outros dois filhos de Crystal Holcombe foram feridos e estão internados em estado grave. Dois parentes da gestante — o cunhado e um sobrinho — também morreram.

O atirador Devin P. Kelley, de 26 anos, invadiu o templo em meio a um culto e abriu fogo contra os fiéis, matando 26 pessoas e deixando mais de 20 feridos. O Departamento de Segurança Pública do Texas informou que a idade das vítimas varia de 5 a 72 anos.

Após o massacre, o atirador foi encontrado morto. A polícia confirmou que ele se suicidou. Para o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o crime é resultado de um “problema de saúde mental da mais alta gravidade” e não envolve as leis que permitem o comércio de armas no país.

Crystal Holcombe era considerada pelos familiares uma pessoa caseira. “Ela nem ao menos bebia ou fumava, apenas tomava conta das crianças, criava cabras e fazia queijo caseiro” disse Nick Uhlig, primo da vítima, ao jornal San Antonio Express News.

Compartilhe
Previous A jogada de Paulinho da Força para a volta do Imposto sindical
Next Conquista: Homem é encontrado morto dentro de caminhão em posto de combustíveis

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Filha e genro do prefeito de Almadina morrem em acidente

Um grave acidente no final da noite deste domingo (18) envolvendo duas motos na estrada que liga Coaraci a Almadina resultou na morte da filha e do genro do prefeito

Cotidiano

Mais duas faixas para melhorar fluidez na Garibaldi

Começa, na manhã desta segunda-feira (03), a alteração de trânsito da Av. Garibaldi no trecho do monumento Clériston Andrade, sentido Praça Lord Cochrane, após obras de alargamento que acrescentaram duas

Política

Semana na CCJ vai ser de trocas para garantir votos a Temer

Com a perspectiva de derrota na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, a base do governo prepara uma série de mudanças na composição do colegiado na próxima semana