Cidade Tricolor : Esporte Clube Bahia e prefeitura de Camaçari reforçam parceria

Cidade Tricolor : Esporte Clube Bahia e prefeitura de Camaçari reforçam parceria

A reunião contou com as presenças do secretário de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Sergio Vilalva, e do secretário de Esportes, Lazer e Juventude (Sejuv), Rui Magno. Com o novo centro de treinamento (CT), denominado Cidade Tricolor, se firmando dentro do município, a gestão conversou com o representante do clube baiano a fim de gerar benefícios para a cidade.

Entre as pautas sugeridas estão o mando dos jogos das categorias de base do Bahia serem realizados no Estádio Armando Oliveira. Além disso, há a possibilidade de os novos funcionários da Cidade Tricolor serem oriundos de Camaçari.

O presidente do Bahia também falou comentou sobre a possibilidade de jogadores se firmarem na cidade. “Com a mudança para a Cidade Tricolor, tanto nosso elenco como boa parte dos jovens poderão morar e consumir em Camaçari”, comentou.

O prefeito Elinaldo Araújo ficou feliz com a novidade. “A vinda de um clube tão grande como Bahia abre possibilidades para gerar economia dentro do município e isso é muito bom”, ressaltou.

Compartilhe
Previous UPB Itinerante orienta prefeitos do extremo sul na superação da crise e cumprimento das leis
Next TASSO: ‘Aécio não tem condições de presidir PSDB’

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Em Brasília, Paulo Azi e Dinha articulam conclusão de viaduto inacabado do PT

Em Brasília, o deputado federal Paulo Azi e o prefeito de Simões Filho, Dinha Tolentino, se reuniram com o diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Marcelo Vinaud Prado,

Municípios

Camaçari: Vereador Oziel visita instalações do Conselho Tutelar

Como ação que antecede a realização da Audiência Pública, cujo o tema será “20 Anos de Conselho Tutelar em Camaçari – Avanços e Desafios”, marcada para esta sexta-feira (31), o

Notícias

Cristiano Ronaldo sonegou R$ 550 milhões, afirma jornal espanhol

O craque português Cristiano Ronaldo teria recebido 150 milhões de euros (aproximadamente R$ 550 milhões) pela venda de seus direitos de imagem a empresas sediadas nas Ilhas Cayman e declarado