Polícia Federal faz buscas na Câmara dos Deputados: cumprem mandado de busca e apreensão no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima

Polícia Federal faz buscas na Câmara dos Deputados: cumprem mandado de busca e apreensão no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima

A Polícia Federal faz buscas em gabinetes da Câmara dos Deputados na manhã desta segunda-feira (16/10). A ação atende a um pedido feito pela Procuradoria-Geral da República e foi autorizada pelo autorizada pelo ministro Luís Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Há informações de que delegados e agentes cumprem mandado de busca e apreensão no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), no sexto andar. O local foi interditado. O parlamentar é irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima. Policiais também fazem buscas em residências ligadas à Lúcio Vieira Lima na Bahia.

Em setembro, a PF descobriu que Geddel escondeu R$ 51 milhões em um apartamento que ele havia pedido emprestado. O dono do imóvel, Silvio Antônio Cabral da Silveira, contou à polícia que o empréstimo foi feito por intermédio de Lúcio. No apartamento, os investigadores também encontraram uma nota fiscal em nome da empregada do parlamentar.

Após o episódio, o ex-ministro foi preso preventivamente, na casa em que mora e onde já cumpria pena domiciliar, em Salvador. A prisão foi determinada pelo juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, em uma nova fase da Operação Cui Bono, que investiga fraudes na Caixa Econômica Federal.

Compartilhe
Previous Michel Temer posta foto ao lado de cachorro e internautas não perdoam
Next Vídeos de Funaro abrem nova crise entre Michel Temer e Maia

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Nova diretoria do Sindseps tomará posse na quinta-feira

Na próxima quinta-feira (03), a partir de 14h, acontece a posse da nova Diretoria e Conselho Fiscal do Sindseps. A duração do mandato será para o quadriênio 2017- 2021. O

Política

Raquel Dodge envia ao STF parecer contra liberdade de Joesley e Saud

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) parecer pela manutenção da prisão preventiva do empresário Joesley Batista, um dos sócios do grupo J&F, e do

Política

PF pede ampliação do prazo para concluir investigação sobre Temer

A Polícia Federal pediu a ampliação do prazo para concluir a investigação contra o presidente Michel Temer e o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). O ministro Edson Fachin, relator