Paris quer proibir carros a diesel e gasolina

Paris quer proibir carros a diesel e gasolina

A prefeitura de Paris anunciou hoje (12) que pretende proibir a circulação de carros a diesel até 2024 e dos que utilizam gasolina até 2030, com o objetivo de tornar a capital francesa uma cidade neutra em emissões de dióxido de carbono.

A meta antecipa os planos do governo que – em julho deste ano – disse sonhar que até 2040 não existam mais veículos a diesel e gasolina.

As autoridades parisienses destacam em comunicado que o horizonte previsto “leva em conta de forma pragmática a evolução cada vez mais rápida do setor dos transportes nos últimos anos”.

O desenvolvimento de carros elétricos foi acelerado, a oferta de transporte público está sendo reforçada e as ciclovias têm cada vez mais protagonismo, disseram as autoridades.

“Este objetivo não está formulado como uma proibição no horizonte de 2030, é como uma trajetória que parece ao mesmo tempo crível e sustentável”, acrescenta o comunicado, que prevê reuniões com os fabricantes do setor automotivo nos próximos meses para associá-los a essa meta.

Paris sediou em dezembro de 2015 da Cúpula do Clima (COP21), na qual foi aprovado o primeiro acordo universal de combate à mudança climática.

Compartilhe
Previous Após Temer revogar refúgio, Battisti diz ‘Brasil vai me entregar à morte’
Next “Proteção suprema”, diz Dallagnol no Facebook sobre decisão do STF

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Fachin nega pedido de prisão de Aécio Neves

A assessoria do Supremo Tribunal Federal (STF) informou, no início da tarde desta quinta-feira, que o ministro e relator da Lava-Jato Edson Fachin negou o pedido de prisão do senador

Economia

AGU recorre contra liminar que suspende reajuste de impostos sobre combustíveis

A Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu ao Tribunal Regional Federal (TRF-1), sediado em Brasília, para anular a decisão que suspendeu nesta terça-feira (25) o aumento das alíquotas do Programa de

Mundo

Trump elogia recuo do líder norte-coreano sobre mísseis em Guam

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na quarta-feira, elogiou o líder norte-coreano Kim Jong Un por uma decisão “sábia” de não disparar mísseis para o território pacífico dos EUA