Mercado de seguros cresce 4,8% até agosto

Mercado de seguros cresce 4,8% até agosto

A arrecadação nominal do mercado de seguros registrou crescimento de 4,8% até agosto deste ano em comparação com o mesmo período de 2016, atingindo o montante de R$ 160,5 bilhões. Os dados foram publicados nesta segunda-feira, 9, no boletim conjuntural Carta do Seguro, da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) e da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Os indicadores apontam uma recuperação do mercado segurador: em agosto, foram totalizados R$ 22,3 bilhões em prêmios de seguros e aportes aos planos de previdência e títulos de capitalização, um crescimento de 10,2% em relação ao mesmo mês de 2016.

No setor de Automóveis, o acumulado do ano revela aumento de 6,5% relativo a idêntico período de 2016. Outros setores que também tiveram alta foram Crédito e Garantias (39%), Garantia Estendida (3,4%) e Rural (14,6%). Na Cobertura de Pessoas, os Planos de Acumulação VGBL tiveram aumento de 1,3 ponto porcentual, passando de 4% para 5,3%.

Apesar de positiva, a retomada do crescimento deve ser encarada com cautela, afirma o presidente da CNseg, Marcio Serôa de Araujo Coriolano, em editorial publicado na Carta do Seguro.

“Olhando a série de janelas de doze meses, essa recuperação precisa ser examinada com cautela porque o mercado de seguros, previdência e capitalização revela ainda desaceleração, considerando a sua maior resiliência em 2016”, escreveu Coriolano.

Compartilhe
Previous Doleiro confirma que ocultava dinheiro para Cabral em cinco países
Next Copa de 2018: Brasil joga com o Chile em SP e Argentina decide vaga no Equador

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

STF discute na quarta-feira se Fachin pode ser o relator da delação da JBS

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) julga na próxima quarta-feira, 21, se o ministro Edson Fachin deve ser o relator da delação ao Grupo J&F. Além disso, os 11

Esportes

Morre em São Paulo o ex-goleiro Waldir Perez

O ex-goleiro Waldir Perez, campeão brasileiro em 1977 pelo São Paulo Futebol Clube, morreu na tarde deste domingo (23) em Mogi Mirim, no interior paulista, vítima de um infarto fulminante.

Notícias

‘É perigosa’, avalia Maia sobre declaração de Bolsonaro

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), avaliou nesta segunda-feira, 27, em São Paulo, que a pergunta feita mais cedo pelo deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), sobre se alguém choraria se