Anatel multa Telefônica em R$ 15 milhões por erro na gestão de bens reversíveis

Anatel multa Telefônica em R$ 15 milhões por erro na gestão de bens reversíveis

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aplicou multa de R$ 15,8 milhões à Telefônica por descumprimento ao Regulamento de Controle de Bens Reversíveis. Com a decisão, aprovada na quinta-feira(5) na reunião do Conselho Diretor da agência, a empresa teve sua multa, que antes era estipulada R$ 21 milhões, reduzida.

Segundo a Anatel, a Telefônica não comunicou previamente os serviços de terceiros usados no período entre 2009 e 2012 para prestar o serviço de telefonia fixa. Além disso, a operadora também descumpriu o prazo regulamentar para entregar os contratos de utilização de bens de terceiros usados na prestação da telefonia fixa nos anos de 2011 e 2012, todos ligados a bens reversíveis.

Os bens reversíveis são recursos indispensáveis à continuidade da prestação da telefonia fixa em regime público que podem retornar ao Estado Brasileiro no término da concessão.

Compartilhe
Previous Custo da construção sobe 0,27% em setembro, diz IBGE
Next Léo Prates lamenta morte de D. Arlete e destaca lado Humano dela

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Governo cancela resolução que exigia curso para renovar habilitação

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, determinou a revogação da resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que tornava obrigatória a realização e aprovação em curso de aperfeiçoamento para renovação

Notícias

ACM Neto anuncia operações de crédito que somam US$192,5 milhões para Salvador

O plenário do Senado aprovou dois pedidos de contratação de operação de crédito externo para o município de Salvador. Os financiamentos totalizam US$192,5 milhões para os projetos Salvador Social, com

Cotidiano

Saúde quer prontuário eletrônico em todas unidades até fim de 2018

O Ministério da Saúde pretende implantar prontuário eletrônico em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Brasil até o fim de 2018. A previsão faz parte da nova Política