Polícia Federal prende o ex-governador do Rio Anthony Garotinho

Polícia Federal prende o ex-governador do Rio Anthony Garotinho

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (13/9) o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR-RJ). O ex-chefe do Executivo fluminense apresentava seu programa diário na Rádio Tupi, o Show do Garotinho, que vai das 9h às 11h, no momento da prisão. A sede da emissora fica em São Cristóvão, região central do Rio. Garotinho mora em Campos dos Goytcazes, seu berço político.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do ex-governador que não confirmou se ele foi preso ou se está sendo conduzido coercitivamente para prestar depoimento. Procurada, a assessoria de imprensa da Superintendência da PF no Rio ainda não se manifestou.

O ex-governador é investigado na Operação Chequinho, que apura um caso de compra de votos nas eleições de 2016, supostamente liderada por Garotinho, a partir do uso irregular do programa social Cheque Cidadão.

Garotinho, que nega envolvimento em atos ilícitos, chegou a ser preso preventivamente em novembro do ano passado. Ele passou mal, ficou internado e só depois foi levado para o presídio. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), entretanto, revogou o mandado de prisão. À época, a Corte determinou o pagamento de R$ 88 mil de fiança e o proibiu de ter contato com as testemunhas do processo.

Na ocasião, ele foi preso acusado de comprar votos.

Em junho, a Justiça Eleitoral negou pedido de prisão do ex-governador. Na decisão, o juiz Glaucenir Silva de Oliveira afirmou que não consegue “enxergar como o réu poderia usar matérias nada jornalísticas para atacar autoridades”. O pedido foi feito pelo Ministério Público Estadual em Campos dos Goytacazes.

Garotinho também foi acusado pelo promotor Leandro Manhães de ameaçar uma testemunha, por meio de terceiros. A suposta ameaça foi relatada pela radialista Elizabeth Gonçalves em depoimento à polícia em maio.

Compartilhe
Previous Wesley Batista é preso pela PF por uso de informações privilegiadas
Next Venda antecipada de papéis evitou rombo de R$ 138 mi para os Batista

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Eunício pretende colocar veto do ISS em votação no Congresso na próxima semana

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), afirmou nesta quarta-feira, 17, que irá convocar sessão do Congresso Nacional na próxima semana para colocar em votação o veto realizado pelo presidente

Política

No Twitter, Temer diz que reunião com Aécio foi para tratar da Cemig

O presidente Michel Temer disse hoje (20), em sua conta na rede social Twitter, que reuniu-se na última sexta-feira (18) com o senador Aécio Neves (PSDB-MG) para tratar sobre a

Política

Lucas Lobão vai comandar Dnocs na Bahia

Lucas Lobão assumiu o cargo de coordenador do Departamento Nacional de Obras de Combate a Seca (DNOCS) na Bahia. Lucas é advogado e filiado ao Democratas. Até ontem(24), Lobão era