Janot é flagrado com advogado de Joesley em bar de Brasília

Janot é flagrado com advogado de Joesley em bar de Brasília

O site O Antagonista publicou na madrugada deste domingo uma foto que mostra o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, em um bar de Brasília na companhia de Pierpaolo Bottini, advogado de Joesley Batista. Na foto, o procurador aparece sentado, de óculos escuros. À frente dele, uma garrafa de cerveja com apenas uma taça, e o advogado.

Segundo O Antagonista, o registro fotográfico foi feito por um frequentador do local, que afirmou que a dupla conversou por mais de 20 minutos em uma mesa no canto do bar, ao lado de uma pilha de caixas de cerveja.

O advogado de Joesley, confirmou o encontro: “Na minha última ida a Brasília, este fim de semana, cruzei casualmente com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, num local público e frequentado da capital. Por uma questão de gentileza, nos cumprimentamos e trocamos algumas palavras, de forma cordial. Não tratamos de qualquer questão outra ou afeita a temas jurídicos. Foi uma demonstração de que as diferenças no campo judicial não devem extrapolar para a ausência de cordialidade no plano das relações pessoais”, afirmou.

Compartilhe
Previous Joesley Batista e Ricardo Saud se entregam à PF em São Paulo
Next 'Justiça começa a ser feita', diz líder do DEM na Câmara sobre prisão de Joesley

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Perícia criminal vai realizar 3 exames em áudio de Temer, diz PF

A Polícia Federal divulgou nota, na noite desta segunda-feira (22/5), sobre como se dará a perícia criminal no áudio da conversa entre o presidente Michel Temer e o empresário Joesley

Política

Dilma Rousseff: “Governo vai fazer uma chacina” nas leis trabalhistas

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou, na tarde desta terça-feira (11/4), que o atual governo, liderado por Michel Temer (PMDB), está fazendo uma “chacina” nas leis trabalhistas. Segundo ela, a

Cotidiano

Desemprego levará 2 anos para voltar à taxa de 2016

O Brasil ainda vai levar pelo menos dois anos para voltar a ter uma taxa de desemprego de um dígito, segundo estimam economistas. No trimestre encerrado em outubro, a desocupação