Merkel é alvo de tomates durante ato eleitoral no oeste da Alemanha

Merkel é alvo de tomates durante ato eleitoral no oeste da Alemanha

Desconhecidos lançaram hoje (5) dois tomates contra a chanceler alemã, Angela Merkel, durante um ato organizado pelo seu partido, a União Democrata-Cristã (CDU) na cidade de Heidelberg, no oeste do país, dentro da campanha para as eleições presidenciais de 24 de setembro. A informação é da EFE.

Segundo relata o site Heidelberg24, um dos tomates resvalou em Merkel quando ela já tinha acabado seu discurso e a chanceler reagiu com tranquilidade, limpando com um lenço a jaqueta vermelha que tinha escolhido para o ato. Outro tomate lançado da área de espectadores não chegou a tocá-la.

Na praça da Universidade de Heidelberg, onde o ato foi realizado, tinham se reunido cerca de 3 mil pessoas e também alguns manifestantes que tentaram boicotar o evento com gritos e vaias. Amanhã a chanceler deve protagonizar outro ato no estado da Saxônia (leste do país), bastião da ultradireita, onde também se esperam protestos.

Compartilhe
Previous Empregadores domésticos têm até hoje para pagar guia de agosto do eSocial
Next Dilma foi "amplamente" beneficiada com recursos de propina, acusa Janot

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Temer diz que analisará reajuste do STF se receber a proposta

O presidente da República, Michel Temer, preferiu a cautela nesta sexta-feira (10) ao ser perguntado sobre o reajuste dos ministros do Supremo Tribunal Federal que, se confirmado pelo Senado, pode

Política

Após críticas de Ciro, Manuela diz: ”Se a gente não se unir não vai sobrar nada”

Depois de Ciro Gomes (PDT), derrotado no primeiro turno, ter afirmado em entrevista ao jornal Folha de São Paulo que a candidatura do ex-presidente Lula foi uma “fraude”, que foi

Política

Maia faz apelo para que Congresso volte a discutir reforma da Previdência

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira, 26, que espera que a reforma trabalhista seja votada na semana que vem no Senado e fez um