Xi Jinping anuncia 500 milhões de iuanes para plano de cooperação intra-Brics

Xi Jinping anuncia 500 milhões de iuanes para plano de cooperação intra-Brics

O presidente chinês, Xi Jinping, anunciou hoje (4), durante a sessão de abertura da 9ª cúpula de chefes de Estado e de Governo do Brics (grupo formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul) na cidade chinesa de Xiamen, que o país asiático vai lançar um plano de cooperação econômica de 500 milhões de iuanes (cerca de R$ 250 milhões) para facilitação do comércio e dos investimentos intrabloco.

Anfitrião do encontro de alto nível, o presidente chinês disse que há grande potencial para aprofundamento da cooperação entre os cinco países. Ele destacou que dos US$ 197 bilhões dos investimentos externos feitos pelos cinco membros no ano passado, apenas 5,7% foram destinados aos países do Brics.

Para reforçar o Novo Banco de Desenvolvimento, conhecido como Banco do Brics, Xi Jinping também informou que vai destinar mais US$ 4 milhões para a instituição multilateral, que financia projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável nos países-membros.

O presidente lembrou da importância do grupo para manter a paz mundial e garantir uma ordem global com mais equidade. “O Brics é importante para falar como voz única com o fim de promover um ambiente de paz internacional, uma globalização inclusiva e para reduzir o protecionismo”, disse.

O líder chinês também ressaltou a necessidade de reforma da governança econômica global para reforçar a representatividade dos mercados emergentes, com o objetivo de diminuir a lacuna de desenvolvimento entre o Norte e o Sul.

Compartilhe
Previous EUA prometem resposta "esmagadora" se Coreia do Norte insistir com ameaças
Next J&F diz não poder dar detalhes de anexos das delações entregues à PGR

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Mundo

Jogador de futebol é suspenso por urinar em torcida adversária

Um jogador de um clube da série D do campeonato italiano foi suspenso após urinar na torcida adversária. O time, no entanto, nega que o episódio tenha ocorrido. Giovanni Liberti

Guerra “terminou”, diz presidente da Colômbia ao receber Nobel da Paz

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou hoje (10), na cerimônia em que recebeu o Prêmio Nobel da Paz, em Oslo, na Noruega, que a guerra em seu país

Política

“Eu aprendi em casa a ser leal”, diz Maia sobre Temer

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou lealdade ao presidente Michel Temer (PMDB), nesta sexta-feira (7/7) no momento em que há defesa de seu nome por aliados do PSDB