Justiça desobriga Petrobras de fornecer gás à termelétrica da J&F

Justiça desobriga Petrobras de fornecer gás à termelétrica da J&F

A Justiça desobrigou a Petrobras de fornecer gás natural a uma termelétrica do grupo J&F, em Cuiabá. A decisão é do juiz Luiz Eduardo Castro Neves, da 21ª Vara Cível da Capital. Ele revogou, nesta sexta-feira (1º), liminar que obrigava a estatal a restabelecer o fornecimento de gás para a termelétrica administrada pela Âmbar Energia, do grupo J&F.

O juiz considerou que não há razões de urgência apontadas no processo pela Âmbar e considerou que, passados três meses desde a rescisão do contrato de fornecimento, não houve apagão no Mato Grosso ou em outro estado do país.

Castro Neves acrescentou que a transmissão de energia no país é feita de forma integrada e há possibilidade de abastecimento por outras formas, o que afasta o risco de desabastecimento.

Procurada, por meio de sua assessoria, a J&F informou que não ia comentar a decisão judicial.

Compartilhe
Previous Rodoviária terá 200 horários extras para o feriado de 7 de Setembro
Next Putin se diz ansioso para desenvolver parcerias estratégicas com países do Brics

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Cotidiano

Bendine pegou propina 30 dias antes de evento com Janot

Aldemir Bendine “Cobra” era presidente da Petrobras quando encontrou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em 31 de julho de 2015, para celebrar a devolução de R$ 139 milhões desviados

Cotidiano

MP repudia projetos que desmontam a defesa e proteção ao meio ambiente

Nas proximidades do Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho, tramita no Congresso Nacional uma série de projetos de leis que ao se tornarem normas reduzirão drasticamente

Notícias

Profissão de baiana de acarajé é incluída na Classificação Brasileira de Ocupações

A profissão de baiana de acarajé já faz parte da Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), documento que reconhece, nomeia, codifica e descreve as características das ocupações do mercado de trabalho