“Se der um tiro a testa de Temer, pega no pescoço de Imbassahy”, diz Marcelo Nilo

“Se der um tiro a testa de Temer, pega no pescoço de Imbassahy”, diz Marcelo Nilo

Durante entrevista ao radialista Adelson Carvalho da Rádio Sociedade da Bahia, nesta quarta-feira(30), o deputado estadual Marcelo Nilo(PSL), opinou sobre pesquisa divulgava pelo Diário do Poder, que aponta brasileiros  prefere Temer 19,3%  ao PT 19,5% enquanto 58% rejeitam ambos.

“Isso é piada, comparar Temer com PT, comparar Temer com Lula, Temer hoje tem 95% rejeição”. Os mesmos deputados que retiraram a presidente Dilma por pedaladas fiscais, mantiveram o Temer por lavagem de dinheiro e corrupção passiva”, lembrou Nilo.

Nilo destacou ainda o desgaste do atual ministro Imbassahy(PSDB) principal liderança do governo Temer.

“Imbassahy por exemplo vai ter grandes dificuldades”. Quem é que bota Imbassahy em uma chapa majoritária sendo ministro de Temer?  É trazer Temer para campanha, declarou.

Questionado se Imbassahy teria dificuldade em uma possível reeleição para deputado federal, Nilo respondeu: “ Não vai ser difícil não, porque ele liberou muitas emendas, mas na majoritária ninguém coloca Imbassahy na majoritária. Quem vai botar Temer na chapa?  “Ele é ministro de Temer, braço direito de Temer, ele é secretário de governo.

Nilo ainda opinou  sobre a votação de Imbassahy na capital baiana. “Em Salvador ele não vai ter a metade dos votos, prevê Nilo. Imbassahy é  a cara do governo”.

Na entrevista o radialista Adelson insinuou que o ministro Imbassahy não estaria se expondo na gestão Temer e Nilo cutucou “Não? “Se der um tiro a testa de Temer, pega no pescoço de Imbassahy”, os dois estão juntos 24 horas, os gabinetes em Brasília são juntos, lembrou

Compartilhe
Previous STF gastou mais de R$ 700 mil em passagens aéreas
Next PSD quer chegar a 100 prefeituras na Bahia em 2018

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Câmara aprova regras de controle populacional de cães e gatos

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (7/3), o Projeto de Lei (PL) 1376/03, que cria regras para o controle populacional de cães e gatos no território nacional. A medida

Política

Odebrecht apostava no potencial de Bruno Araújo, diz delator

Apelidado de ‘Jujuba’, o atual ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), recebeu R$ 600 mil não contabilizados da Odebrecht porque era uma ‘aposta’ da empreiteira, disse em delação premiada o

Política

Se Congresso não acabar com coligações, Justiça o fará, alerta deputada

A deputada Shéridan (PSDB-RR) clamou, em sua página no Twitter, que a Câmara tem de “cumprir seu papel” e votar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 282/2016, da qual