Gestante aborta ao ver imagens da irmã sofrendo estupro coletivo

Gestante aborta ao ver imagens da irmã sofrendo estupro coletivo

Um estupro coletivo dentro de um ônibus ocorrido na cidade de Casablanca, em Marrocos, ainda deixa rastros da violência. A irmã da jovem, atacada por seis rapazes, disse que sofreu um aborto após ver as imagens do ataque, que teria ocorrido em 18 de agosto.

“Minha irmã se parece muito comigo. Logo que eu me deparei com o vídeo, sabia que era ela. Eu perdi o meu bebê quando vi minha irmã naquela situação, ser atacada, gritando, sem qualquer sensibilidade ou misericórdia”, disse a jovem estuprada, que não foi identificada, em entrevista à rede AJ+

No vídeo que rodou e causou revolta na internet, a vítima, que tem déficit de aprendizagem, chegou a chorar implorando ajuda enquanto os agressores a molestavam e riam sem que o motorista ou qualquer outro passageiro reagissem.

Em protesto ao estupro, centenas de pessoas foram às ruas de Casablanca pedir segurança e o fim da violência sexual contra a mulher. As manifestantes gritavam “liberdade ao espaço público” e “não temos medo”. Houve ato de apoio também na capital Rabat. As autoridades marroquinas disseram que detiveram seis garotos, entre 15 e 17 anos, suspeitos de participarem da atrocidade.

Compartilhe
Previous Rui desembarca em Kiev e dá início à terceira missão internacional nesta segunda
Next Hamilton celebra vitória sem erros e exalta disputa com Vettel na F-1

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Moro dá 48 horas para defesa de Lula entregar recibos originais de aluguel

O juiz federal Sérgio Moro deu hoje (13) prazo de 48 horas para que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entregue os recibos originais do aluguel de

Cotidiano

ACM Neto entrega nova Praça dos Dendezeiros nesta segunda-feira

Duas importantes iniciativas vão mudar a cara da Cidade Baixa nesta segunda-feira (8). Isso porque o prefeito ACM Neto assinará ordem de serviço para reformas de casas através do programa

Notícias

Trump: “Ação militar é certamente uma opção contra a Coreia do Norte”

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a dizer nesta quinta-feira (7/9) que a ação militar é “certamente uma opção” a respeito da Coreia do Norte. Porém, assegurou que