Salvador recebe XI Festival de cultura japonesa até domingo

Salvador recebe XI Festival de cultura japonesa até domingo

Com o tema “Artes Marciais Japonesas”, o XI Festival da Cultura Japonesa de Salvador está atraindo grande público de todas as idades na capital baiana, no Parque de Exposições.  O festival, que já faz parte do calendário de eventos de Salvador, promove workshops, demonstrações e exposições das tradições seculares do Japão que encontraram um lar no Brasil e na Bahia. Iniciado na última sexta-feira (25), o evento segue até o domingo (27). Os ingressos custam R$26 (inteira) e R$13 (meia entrada), sendo que crianças até oito anos não pagam.

O governador em exercício, João Leão, visitou o festival neste sábado (26) e celebrou os laços de irmandade entre Brasil e Japão. “A cultura japonesa é uma das mais antigas do mundo e aqui na Bahia, está muito próximo de completar 110 anos de uma convivência e irmandade muito boa que queremos preservar da melhor maneira possível. É um prazer muito grande estar aqui hoje representando o governador Rui Costa neste festival com tantas opções de lazer para toda a família”.

Para a estudante Fernanda Sousa, 18 anos, o festival é uma maneira de conhecer mais sobre a cultura japonesa. “Eu tenho um interesse muito grande na cultura asiática, principalmente a japonesa, e essa é a quarta vez que eu venho participar. É um evento único aqui em Salvador nesse aspecto, com vários elementos presentes. Eu fico fascinada, as cores, os sabores e tudo o mais, quero passar em cada stand e absorver o máximo possível.

Patrocinado pelo Governo do Estado, através do Programa de Incentivo ao Patrocínio Cultural (Fazcultura), o festival ganhou mais um dia de programação e atrações inéditas, como a cantora Ayu Brazil. Ela apresenta um show com músicas temas de filmes da Disney e animes, como Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball e Pokémon. A artista tem uma legião de seguidores, conhecidos como “Ayubers”, com mais de 680 mil inscritos e 120 milhões de visualizações no seu canal de vídeos.

Para o coordenador do Festival, Roberto Mizuchima, o evento proporciona uma mistura de tradições da cultura japonesa com a cultura baiana. “A gente quer fazer um sincretismo da cultura japonesa, que é muito rica, com a cultura brasileira e principalmente a cultura baiana, que eu acredito que a tradição baiana casa muito bem com a cultura japonesa. E a participação do Governo do Estado é fundamental pra fazer um evento como esse”.

Programação

Outro destaque do Festival é a oferta gastronômica variada, com pratos tradicionais da culinária japonesa, com a presença de mais de 20 restaurantes com opções como sushi, tempurá, udon, lamén, entre outros pratos.

O público também tem oportunidade de ver e comprar uma infinidade de artigos com temática oriental, o “maneki neko”, o gatinho da sorte japonês, produtos de anime, revistas em quadrinho japonês, flores e muito mais.

Compartilhe
Previous População carcerária feminina cresce 700% em dezesseis anos no Brasil
Next Aprovação da reforma da Previdência é real, diz Meirelles

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Cotidiano

D. Arlette vivia a vida de seus filhos e netos, lembra ACM Neto no velório da avó; assista

“Minha avó, quem sabe, quem conhecia ela de perto, vivia intensamente a vida dos seus filhos, dos seus netos. Era de certa forma, inclusive uma pessoa que dava muita sustentação

Política

Alckmin diz que “topa” assumir comando do PSDB em nome de unidade partidária

Após uma reunião de duas horas na ala residencial do Palácio dos Bandeirantes com o senador Tasso Jereissati (CE), o governador de Goiás, Marconi Perillo e o ex-presidente Fernando Henrique

Política

Atos antecipados de campanha de Lula e Bolsonaro podem levar à condenação, diz Gilmar

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, disse nesta segunda-feira, 11, que atos antecipados de campanha de Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro poderão levar à