Espaço de leitura no Pelourinho vai atender 400 jovens e crianças

Espaço de leitura no Pelourinho vai atender 400 jovens e crianças

Um verdadeiro festival de artes – com apresentações de balé, teatro, filarmônica, orquestra de flautas, coral e recital de poesias  – marcou a inauguração de um novo espaço de leitura no Solar Ribeiro dos Santos – Casa Pia Pelourinho, no Centro Histórico de Salvador, nesta sexta-feira (25). Com festa, os alunos da instituição comemoram a chegada de 750 livros, doados pela Fundação Pedro Calmon (FPC), órgão vinculado à Secretaria de Cultura do Estado (Secult).

Os livros ficarão no novo espaço, que vai atender cerca 400 alunos da instituição, com idades entre 7 e 12 anos. No evento, o diretor da escola técnica da Casa Pia, José Travessa, destacou o poder transformador da educação. “Eu acredito na cultura, na transformação do homem através do conhecimento, e hoje é um dia muito feliz. Nas nossas três unidades, temos quase 2,5 mil alunos e inauguramos agora mais uma biblioteca. É um local que vai estimular ainda mais os talentos e a imaginação dessas crianças, que já são brilhantes. Elas vão aprender a ter mais conhecimento e vão descobrir um outro mundo nas páginas dos livros”, afirmou José Travessa.

O Espaço de Leitura Maria Solange Alves de Souza Paula homenageia a bibliotecária que há mais de uma década trabalha voluntariamente nas bibliotecas da Casa Pia. Presente na cerimônia de inauguração do acervo que leva seu nome, Maria não escondeu a emoção de ter o trabalho reconhecido.

“Eu fico muito agradecida. Desde antes de me aposentar, nas minhas horas vagas, eu ajudava a criar o acervo e a gerenciar as atividades das bibliotecas. Depois que me aposentei, quase todos os dias da semana eu estou presente, sempre incentivando a leitura. Não há substituto para o livro. Ele pode, hoje, competir com outras mídias, mas é aquele que fica conosco para sempre. As mensagens dos livros são insubstituíveis”, explicou Maria Solange.

Espaços de Leitura

Segundo a diretora da Biblioteca de Extensão da Fundação Pedro Calmon, Sílvia Cunha, a doação dos livros busca incentivar a leitura e proporcionar um ambiente agradável para os alunos. “Esse local torna a leitura mais atrativa, divertida e lúdica, para que eles criem o hábito. A coleção aqui inclui a literatura para os pequenos, mas fizemos questão de incluir alguns títulos para os professores, já que eles trarão seus alunos para essa sala e também poderão aproveitar”, ressaltou a diretora. A fundação coordena 37 espaços de leitura, democratizando a cultura e o acesso à literatura, principalmente entre crianças e adolescentes.

Compartilhe
Previous Lista de medicamentos do SUS inclui novos remédios para HIV e Alzheimer
Next Padre é encontrado morto com 29 facadas em casa paroquial

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Dirigentes e deputados do PSB pedem expulsão de ministro do partido

Dirigentes e deputados do PSB da ala que faz forte oposição ao presidente Michel Temer pedem a expulsão do ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho (PE), do partido.

Cotidiano

MPF pede anulação de regra da Anac que permite cobrança de bagagem em voos

O Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo pediu que a Justiça anule liminarmente as novas regras da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que autorizam as companhias aéreas a

Economia

Fenabrave: venda de veículos leves para pessoa física volta a subir em agosto

A venda de veículos leves para consumidores pessoa física, que em junho interrompeu um período de três anos e meio de queda, voltou a subir em agosto, depois de um