Deputado quer Frente Suprapartidária em Brasília para esclarecer retenção de recursos para a Bahia

Deputado quer Frente Suprapartidária em Brasília para esclarecer retenção de recursos para a Bahia

Após as acusações de que o partido Democratas e seus aliados estariam barrando a liberação do empréstimo do Banco do Brasil para a Bahia, o deputado estadual Alex Lima (PODE) sugeriu a formação de uma Frente Suprapartidária, formada por prefeitos, deputados estaduais, federais e senadores baianos. O objetivo seria seguir a Brasília em busca de esclarecimentos sobre a retenção de recursos para a Bahia.

De acordo com o deputado, a falta de motivos para a morosidade na assinatura do contrato de crédito, uma vez que o empréstimo já foi autorizado pela Secretaria de Tesouro Nacional, é um desrespeito com os baianos. “A Bahia não aceita ser perseguida. Precisamos nos unir para irmos a Brasília exigir respeito e demonstrar que não aceitamos tiranias. Não podemos permitir articulações contra a nosso estado. Os baianos não podem ser retaliados dessa forma”, disparou.

No valor de 600 milhões de reais, o empréstimo seria destinado a investimentos nas áreas de educação; mobilidade urbana; infraestruturas urbana, regional e viária. “É triste saber que existem políticos baianos que atuam contra nosso estado por simples disputa política. Mas como diz o nosso hino ‘com tiranos não combinam’ e nós mostraremos que a Bahia é muito maior que isso”,  completou o deputado.

Compartilhe
Previous Joesley não apresenta provas que liga Lula e Dilma as contas no exterior
Next Governo quer que emendas banquem novo fundo eleitoral de R$ 3,6 bilhões

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Passageiro tenta abrir porta de avião e é detido com garrafada

Enquanto o Boeing 767, que saiu de Seattle (EUA) em direção a Pequim (China), em 6 de julho, sobrevoava o Oceano Pacífico, passageiros e comissários passaram por uma situação digna

Política

Sidninho diz que rede de educação de Salvador está em colapso

Presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal, o vereador Sidninho (Podemos) avaliou a paralisação de 48 horas dos professores da rede municipal iniciada nessa quarta (12), como alternativa justa

Notícias

“Enquanto não tiver prova, votaremos contra a denúncia” diz Aleluia

Membro da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA) anunciou que seu partido, o DEM, vai orientar a bancada a votar contra o prosseguimento da