PMDB suspende deputados que votaram a favor de denúncia contra Temer

PMDB suspende deputados que votaram a favor de denúncia contra Temer

O PMDB suspendeu, por 60 dias, os seis deputados federais do partido que votaram a favor da denúncia contra o presidente Michel Temer na Câmara, no último dia 2. A decisão, segundo nota, foi tomada por unanimidade na Comissão Executiva do partido.

“O PMDB, em cumprimento à decisão unânime da Comissão Executiva do partido, suspendeu por 60 dias, de suas funções partidárias, os deputados que votaram a favor da denúncia do presidente da República, Michel Temer. Esta decisão foi tomada por descumprimento dos parlamentares ao fechamento de questão sobre o assunto em reunião realizada no dia 12 de julho, em Brasília. O ato de suspensão já foi comunicado a todos os filiados e ao Conselho de Ética do partido”, afirma a nota, divulgada pela assessoria do partido.

Foram suspensos de suas atividades partidárias os deputados Celso Pansera (RJ), Jarbas Vasconcelos (PE), Laura Carneiro (RJ), Sérgio Zveiter (RJ), Veneziano Vital do Rego (PB) e Vitor Valim (CE). A decisão, segundo a assessoria do partido, não afeta suas atividades parlamentares. Eles continuarão participando de votações, por exemplo, mas poderão ser substituídos caso integrem alguma comissão da Casa.

A decisão foi comunicada por meio de ofício ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, e inclui também a suspensão de atividades diretivas do partido.

A medida é cautelar e o caso ainda deve passar por análise da Comissão de Ética da legenda, que pode indicar novas punições aos seis parlamentares. Procurados, os deputados ainda não haviam se manifestado até a publicação da notícia.

Compartilhe
Previous Morador da Suíça é encontrado morto em praia de Porto Seguro
Next Distritão aprovado pelos deputados facilita acordos escusos

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Cotidiano

​Prefeitura inicia construção de Creche Primeiro Passo em Canabrava

Um sonho antigo dos moradores do bairro de Canabrava começa a ser realizado a partir desta sexta-feira (26), com a construção da Creche e Pré-Escola Primeiro Passo na Rua Simone

Notícias

Conduções coercitivas crescem 304% após inicío da Lava Jato

Em quatro anos, as conduções coercitivas cumpridas pela Polícia Federal se multiplicaram por quatro no País. Em 2013, antes do início da Lava Jato, a PF registrara o cumprimento de

Política

Lula passará por exame de corpo de delito na sede da PF em São Paulo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou por volta da s19h45 à Superintendência da Polícia Federal (PF) em São Paulo, onde deve passar por exame de corpo de delito.