Meirelles espera aumento da arrecadação no ano que vem

Meirelles espera aumento da arrecadação no ano que vem

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta terça-feira (8) que o governo prevê aumento da arrecadação no ano que vem. Embora tenha admitido que existem estudos em áreas técnicas sobre aumento do imposto de renda, o titular da Fazenda garantiu que novos aumentos de tributos só serão anunciados em último caso.

Ele aconselhou que as empresas façam logo adesão ao programa de repactuação de débitos tributários, conhecido como Refis, para não perderem direitos garantidos pelo programa até o fim deste mês. O receio é que elas estejam aguardando condições mais favoráveis na nova etapa do programa.

“Se alguém aposta em outro projeto e ele não for aprovado, a empresa perde o direito de refinanciar sua dívida”, afirmou Meirelles, em entrevista concedida a jornalistas após participação no congresso promovido na zona sul da capital paulista pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de carros.

O ministro voltou a dizer que o governo vai buscar manter o relatório da reforma de Previdência aprovado pela comissão especial da Câmara, que reduz em 25% a economia prevista pela proposta original encaminhada pelo Executivo.

Segundo Meirelles, a economia voltou a crescer, mas essa recuperação levará alguns meses para ser sentida na vida das pessoas, uma vez que a percepção de melhora depende de uma queda contínua do desemprego. “Na medida que o desemprego cair, é questão de tempo para as pessoas ficarem mais confiantes.”

Compartilhe
Previous Mega Sena acumula e pode pagar R$ 50 milhões na quinta-feira
Next Mesmo rejeitado em dois plebiscitos, Temer volta defender o parlamentarismo para 2018

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Petrobras produziu 2,77 milhões de barris de petróleo e gás por dia em outubro

A produção total de petróleo e gás natural da Petrobras atingiu a marca de 2,77 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) em outubro. Deste total, 2,67 milhões

Notícias

Políticos “intocáveis” passarão festas de fim de ano atrás das grades

Uma cena impensável até outro dia, e para perplexidade geral, marca o país na proximidade das festas de mais uma passagem de ano. Políticos, ex-ministros, empreiteiros, doleiros, gestores públicos, ex-dirigentes

Política

Meirelles bota com uma mão e Temer retira com a outra, diz deputado

O líder da Minoria na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE), ironizou nesta quarta-feira, 26, a notícia de que o governo federal vai liberar R$ 13 milhões para o desfile