É mole? Cansado de ser traído, homem faz boletim de ocorrência contra a mulher

É mole? Cansado de ser traído, homem faz boletim de ocorrência contra a mulher

Um morador de Cáceres, cidade a 220 km de Cuiabá (MT), cansado de ser traído, decidiu tomar uma decisão pra lá de inesperada: foi à delegacia e registrou, na última segunda-feira (17/7), um boletim de ocorrência contra sua companheira.

No documento, segundo o jornal O Popular, o homem, de 50 anos, disse não aguentar mais “tomar chifres”. A Polícia Civil confirmou o registro feito pelo marido na delegacia. “(…) o comunicante [marido] não aguenta mais tomar chifre na cabeça e ver sua morena (…) com outros homens na rua e por isso veio até a delegacia para registrar o boletim de ocorrência”, diz o BO. O próprio marido se diz “corno” e pede ajuda da polícia para não ter mais problemas com a “morena”.

À publicação, a polícia informou que o boletim de ocorrência foi classificado como ‘natureza atípica’ e, por isso, não gera nenhum procedimento policial, já que a situação narrada não é considerada crime pela polícia.

Compartilhe
Previous Petrobras recebe mais R$ 56 milhões recuperados pela Lava Jato
Next Temer viajará nesta quinta à Argentina para reunião do Mercosul

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Cotidiano

Orçamento do STF pode barrar reajuste a procuradores da República

Diante de um quadro fiscal marcado por dificuldades, a equipe da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, fecha uma proposta orçamentária que não deve incluir aumento para

Política

Justiça autoriza senadores a inspecionar cela de Lula

A juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, autorizou fiscalização da Comissão de Direitos Humanos do Senado sobre as condições da ‘Sala Especial’ em que o

Notícias

Empurrar ao Congresso não ajuda, diz Maia sobre reforma da Previdência

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou o que considera uma tentativa do governo de transferir a responsabilidade pela aprovação da reforma da Previdência ao Congresso Nacional.