Denúncia reduz capacidade de Temer de avançar reforma da Previdência

Denúncia reduz capacidade de Temer de avançar reforma da Previdência

As recentes acusações de corrupção reduziram o capital político do governo do presidente Michel Temer (PMDB) e comprometeram sua capacidade de aprovar uma ampla reforma previdenciária, segundo um vice-presidente da Moody’s, Samar Maziad. A empresa é uma das principais agências de classificação de risco de crédito no mundo.

“Embora ainda acreditemos que a economia se estabilizará este ano, um fracasso em aprovar uma reforma previdenciária enfraqueceria a perspectiva fiscal do Brasil, assim como seu perfil de crédito de modo geral”, avaliou Maziad em relatório da Moody’s sobre questões relacionadas à crise política brasileira e as chances de aprovação de uma proposta para a Previdência.

Em maio, a Moody’s alterou a perspectiva do rating Ba2 que atribui ao Brasil, de estável para “negativa”, à medida que as denúncias contra Temer aumentaram os riscos políticos e a possibilidade de importantes reformas fiscais serem adiadas.

Compartilhe
Previous Prazo para entrega de documentos do ProUni termina nesta terça (18/7)
Next Receita Federal recupera R$ 73,6 bilhões em créditos tributários

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Por 10×1, STF decide enviar denúncia contra Temer à Câmara

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quinta-feira (21/9), que a nova denúncia contra o presidente da República, Michel Temer, deve ser encaminhada à Câmara dos Deputados. Por 10×1, os

Notícias

Número de assinantes da telefonia fixa cai 2,96% em 2017

O serviço de telefonia fixa terminou o ano de 2017 com queda de 2,96% no número de assinantes. No total, nos últimos 12 meses, houve redução de 1,2 milhão de

Mundo

Homem voa por 25 km em cadeira de praia suspensa por balões de hélio; assista

Não é só em “UP – Altas Aventuras”, filme da Pixar, que é possível voar com a ajuda de balões. Um aventureiro britânico de 28 anos realizou essa proeza ao