Telefonia fixa perde mais de 75 mil linhas em maio

Telefonia fixa perde mais de 75 mil linhas em maio

Em maio, a telefonia fixa registrou uma redução de 75.357 mil linhas em operação em todo o país. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as empresas autorizadas perderam 2.277 linhas (queda de 0,01%) linhas e as concessionárias, 73 mil (menos 0,3%) de abril para maio deste ano.

Nos últimos 12 meses, de acordo com Anatel, houve redução de 1,5 milhão de linhas de telefonia fixa: pouco mais de 479 mil das empresas autorizadas (queda de 2,75%) e 1,07 milhão das empresas que têm concessão pública dos serviços (redução de 4,2%).

Em maio, o Distrito Federal liderou o ranking de redução de linhas de telefone fixo de empresas autorizadas, com menos 308,2 mil linhas (queda de 50,2%), seguido de Minas Gerais com menos 257,7 mil (redução de 18,93%). Já em relação às linhas de concessionárias, os estados que registraram as maiores quedas foram São Paulo, com menos 376,41 mil (queda de 3,72% em relação a abril), e o Rio de Janeiro, com menos 185,69 mil linhas (redução de 6,06%).

Apesar da redução no total de linhas fixas, houve, nos últimos 12 meses, aumento no número de linhas oferecidos pelas concessionárias em alguns estados: Goiás, com 5,78 mil novas linhas (0,76%), seguido do Piauí, com 455 linhas (0,3 %). Já Mato Grosso, com 360,72 mil linhas fixas (234,21%), e Santa Catarina, que teve acréscimo de 128,03 mil linhas (19,13%), aparecem na frente no grupo das autorizadas.

Entre as prestadoras, em todo o país, a Oi apresentou a maior queda no total de linhas de telefonia fixa, com 713,27 mil a menos nos últimos 12 meses, seguida da Vivo, com menos 378,38 mil linhas.

Compartilhe
Previous Grupo UTC, com dívida de R$ 3,4 bi, pede recuperação judicial
Next Prefeitura e representantes do BID discutem início do Prodetur em Salvador

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Pesquisa mostra empate técnico no segundo turno presidencial do Chile

O segundo turno da corrida presidencial do Chile deve ser uma disputa apertada entre o ex-presidente conservador Sebastián Piñera e o senador Alejandro Guillier, de centro-esquerda. Uma pesquisa Cadem concluiu

Política

TSE: partidos devem distribuir recursos para candidaturas femininas

Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (22) que os recursos do Fundo Partidário destinado aos partidos políticos devem ser distribuídos igualitariamente entre candidaturas de homens e mulheres,

Notícias

‘Candidatura Temer é encenação, obra do marketing oficial’ diz Alvaro Dias’

Pré-candidato do Podemos à Presidência, o senador Alvaro Dias (Podemos) possui mais de quatro décadas de vida pública, mas tem dito ser uma alternativa para “romper com o sistema político