Eunício diz que tomará medidas administrativas para retorno de Aécio

Eunício diz que tomará medidas administrativas para retorno de Aécio

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) disse que “adotará as medidas administrativas necessárias” para o senador Aécio Neves voltar às atividades legislativas. Nesta sexta-feira, 30, o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), restabeleceu o mandato do tucano, afastado do cargo desde o dia 18 maio. O parlamentar foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva e obstrução de Justiça.

Entre as medidas, o nome do senador deve voltar a constar no painel eletrônico do plenário da Casa para que ele participe das votações a partir da próxima semana.

“Da mesma forma que cumpriu decisão do ministro Edson Fachin em relação ao afastamento do senador Aécio Neves, a Direção do Senado Federal adotará as medidas administrativas necessárias ao seu retorno às atividades parlamentares conforme decisão do ministro Marco Aurélio em notificação ao presidente do Senado, Eunício Oliveira, na manhã desta sexta-feira”, diz nota divulgada pela assessoria de imprensa da presidência do Senado.
Compartilhe
Previous Camaçari: Recadastramento do Transporte Universitário começa nesta segunda
Next PMDB coloca deputado da 'tropa de choque' em vaga da CCJ

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Temer troca 7 vice-líderes do governo na Câmara

O presidente Michel Temer encaminhou à Câmara o nome de 15 deputados para exercer a função de vice-líderes do governo na Casa. Na nova lista, Temer trocou sete deputados e

Notícias

Reforma de imóvel de filha do Temer é alvo da PF e da PGR

A Operação Skala, deflagrada nesta quinta-feira (29/3) buscou avançar na apuração sobre suspeitas em torno da reforma de um imóvel de Maristela Temer, filha do presidente da República, Michel Temer,

Notícias

Pela 4ª vez, aumento dos combustíveis é suspenso pela Justiça Federal

A Justiça Federal de Brasília suspendeu, mais uma vez, o aumento dos impostos PIS/Confins sobre os combustíveis em todo país. Em decisão liminar desta sexta-feira (18/8), a juíza Adverci Abreu,