Sexo a três acaba com um participante morto a facadas

Sexo a três acaba com um participante morto a facadas

Uma tentativa de sexo a três acabou em morte, na cidade de Nova York, Estados Unidos. Segundo informações da polícia local, os indivíduos estavam praticando o ato quando um deles decidiu  filmar a ação. No entanto, a mulher ficou irada e pediu para ir embora. O dono do apartamento, Jack Doherty, então, a levou para casa.

Antes de sair, porém, ela ligou para o namorado, que não participava do ménage, e disse que havia sido estuprada. Momentos depois da ligação, as câmeras de vigilância do prédio flagraram três homens chegando ao prédio algum tempo depois do fato. De acordo com a polícia, eles partiram para cima de Manos Ikonomidis, 20 anos, dando três facadas, que atingiram o peito e as costas.

“Parecia um filme de terror. Foi horrível, um pesadelo”, contou Carol Peterson, moradora do edifício ao jornal NY Daily News. Como não estava em casa, Jack foi ouvido pela polícia e liberado. Nenhum dos suspeitos foi identificado e as autoridades ainda investigam o caso.

Compartilhe
Previous População mundial chegará a 8,5 bilhões de pessoas em 2030, diz ONU
Next Diretor-geral da PF revela identidade de agente da CIA em sua agenda

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Economia

Cai desemprego, revela IBGE; mas País ainda tem 12,7 milhões desempregados

O desemprego continua em queda no país e a taxa de desocupação no trimestre móvel encerrado em outubro deste ano fechou em 12,2%, um 0,6 ponto percentual em relação ao

Notícias

Empregadores domésticos têm até hoje para pagar guia de agosto do eSocial

O prazo para os empregadores domésticos pagarem o Documento de Arrecadação do eSocial (DAE) referente a agosto termina nesta quarta-feira (6). Como o dia 7, tradicionalmente usado como data-limite para

Notícias

Juiz nega pedido de Michel Temer para processar Joesley Batista

O presidente Michel Temer (PMDB) sofreu uma derrota judicial na tarde desta terça-feira (20/6). O juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara do Distrito Federal, negou o pedido feito