“Vou ser um novo rapaz”, diz adolescente que teve a testa tatuada

“Vou ser um novo rapaz”, diz adolescente que teve a testa tatuada

O rapaz que teve a frase “eu sou ladrão e vacilão” tatuada na testa após ser acusado de furto, em São Paulo, está internado em uma clínica de reabilitação, pois é viciado em drogas. Neste domingo (18/6), o Fantástico exibiu um vídeo no qual ele manda uma breve mensagem:

“Eu vou ser um novo rapaz. Vou me tratar e sair limpo e forte”, disse o adolescente em um vídeo feito pela família.

O tatuador Ronildo Moreira de Araújo, 29 anos, e seu vizinho Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 27, foram presos, no dia 9/6, em São Bernardo do Campo (SP), depois de fazerem a tatuagem na testa do garoto de 17 anos.

A polícia deteve os dois homens em flagrante pelo crime de tortura. Eles contaram aos investigadores que o jovem tentou roubar uma bicicleta e que a “marca” foi feita porque eles ficaram revoltados com a situação.

Uma ONG fez vaquinha para arrecadar recursos para que a tatuagem seja removida. O dinheiro das doações também vai custear a internação na clínica. O garoto acusado de furto tem problemas com drogas e mora com a mãe e o tio, que estão desempregados, em uma situação precária.

Compartilhe
Previous Atropelamento em Londres deixa um morto e dez feridos
Next Candidatos têm até hoje para se inscrever em lista de espera do Sisu

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Se Congresso não acabar com coligações, Justiça o fará, alerta deputada

A deputada Shéridan (PSDB-RR) clamou, em sua página no Twitter, que a Câmara tem de “cumprir seu papel” e votar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 282/2016, da qual

Cotidiano

Nuzman envia carta ao COB pedindo afastamento do cargo de presidente

Preso desde a última quinta-feira no Rio, suspeito de comprar votos para que a cidade do Rio de Janeiro fosse escolhida a sede dos Jogos Olímpicos de 2016, Carlos Arthur

Política

Paulo Souto rebate Rui Costa: “O governador aumentou o ICMS”

Secretário municipal da Fazenda, Paulo Souto rebateu hoje (04) as declarações dadas ontem (03) pelo governador Rui Costa de que o IPTU cobrado pela Prefeitura de Salvador teria “subido demais”.