Maduro acusa Twitter de desativar milhares de contas de chavistas

Maduro acusa Twitter de desativar milhares de contas de chavistas

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse neste sábado (17) que o Twitter desativou milhares de contas de cidadãos do país exclusivamente por eles serem “chavistas” e que isso ocorreu porque a rede social tem medo de que os governistas sejam maioria. A informação é da Agência EFE.

“Fazemos uma denúncia nacional e internacional contra a empresa Twitter da Venezuela, que no dia de hoje desativou milhares de contas de pessoas, de jovens, de trabalhadores, de profissionais, pelo único motivo de serem chavistas”, afirmou Maduro em um ato com militantes do Partido Socialista Unido (PSUV) em Caracas.

O presidente afirmou que a conta da governista Rádio Miraflores foi cancelada e chamou a decisão de “expressão do fascismo”. Além disso, pediu que os responsáveis pela exclusão das contas sejam desmascarados. “Vamos publicar a foto de quem dirige o Twitter na Venezuela”, ressaltou Maduro.

“Claro, eles têm a chave, têm o servidor e disseram acabou: mataram milhares de contas. Mas se eles apagarem mil contas, vamos abrir mais 10 mil, com a juventude e a força revolucionária da opinião pública e da verdade venezuelana”, afirmou o presidente.

Outras contas que parecem estar bloqueadas, segundo o governo, são as da Miraflores TV e a da Rádio Nacional da Venezuela.

“A batalha das redes sociais é muito importante. Eles sabem que é muito importante e utilizam as redes sociais para a guerra psicológica permanente”,acrescentou Maduro.

O ministro de Comunicação e Informação da Venezuela, Ernesto Villegas, disse no Twitter que, até o momento, cerca de 180 contas de órgãos públicos e de “militantes revolucionários” foram desativadas. “Não só contra a Rádio Miraflores e a Rádio Nacional da Venezuela: limpeza étnica contra o chavismo no Twitter é equivalente à queima de pessoas na realidade”.

Compartilhe
Previous Cantor detona Marília Mendonça: “Você canta para cachaceiros”
Next PF apreende recibos de off-shore com coronel amigo de Temer

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Acordos da Lava Jato devolveram à Petrobras mais de R$ 800 milhões

Em nota divulgada na noite desta segunda-feira (30/10), a Petrobras informou ter recebido por meio de ressarcimento de valores, desde o início da Operação Lava Jato, em 2014, mais de

Cotidiano

Sete em cada dez brasileiros não praticam atividade física, mostra Pnud

Levantamento inédito feito pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) revela que apenas três em cada dez brasileiros na idade adulta praticam atividades físicas e esportivas com regularidade.

Política

Temer tem mais um dia de conversas com indecisos e contagem de votos

Em mais um dia de negociações e busca de votos a favor da rejeição da denúncia do procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, o presidente Michel Temer recebeu mais dois deputados