Trump questiona por que Hillary não é investigada

Trump questiona por que Hillary não é investigada

O presidente Donald Trump questionou no Twitter por que os negócios da família de Hillary Clinton e dos democratas com a Rússia não são investigados, mas os “não negócios” dele sim. Ele escreveu que Hillary destruiu telefones com martelo, apagou emails e o marido dela se encontrou com o procurador-geral. “E eles falam sobre obstrução?”, questionou Trump.

Sobre o tema, nesta quinta-feira, o jornal The Washington Post noticiou que o vice-presidente Mike Pence contratou assessores jurídicos externos para ajudar tanto com as consultas do comitê do Congresso quanto com a investigação de conselheiros especiais sobre uma possível colusão entre a campanha do presidente Trump e a Rússia.

Segundo a reportagem do jornal, o escritório do vice-presidente disse na quinta-feira que Pence manteve Richard Cullen, advogado e presidente da McGuire Woods, com sede em Richmond, que anteriormente atuou como advogado dos Estados Unidos no distrito da Virgínia.

Compartilhe
Previous Homem que roubou banco para fugir da esposa vai para prisão domiciliar
Next Wesley Batista deixa presidência do conselho da Pilgrim’s Pride

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

“Depois da ponte, Rui agora quer cavar um túnel para ir novamente à China”, diz Carballal

“O governador Rui Costa conseguiu transformar a conversa fiada da Ponte Salvador-Itaparica em algo pior ao dizer que vai cavar um túnel na Baía de Todos os Santos. Ele subestima

Notícias

Bacelar questiona demora de Colbert em anunciar se volta ou não à Câmara

O deputado federal Bacelar (Podemos/BA) usou a tribuna da Câmara, nesta terça-feira  (22), para questionar se o vice-prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins ( PMDB), suplente de deputado, irá

Notícias

Após nova regra do cartão, juros do rotativo caem pela metade

A taxa de juros do rotativo do cartão de crédito diminuiu 49% em abril ante março, passando de 456,6% para 233,9% ao ano na terceira semana do mês, de acordo