Trump vai à Suprema Corte em meio à polêmica do decreto anti-imigração

Trump vai à Suprema Corte em meio à polêmica do decreto anti-imigração

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fará sua primeira visita à Suprema Corte do país em um momento de grande tensão, já que os magistrados estão analisando o que fazer com o bloqueio impostos pelo presidente aos viajantes de seis países, principalmente muçulmanos. A previsão é de que a visita seja às 15 horas (horário de Brasília).

Apesar da tensão, o motivo da visita nesta quinta-feira (15/6) é para participar da cerimônia de ascensão de Neil Gorsuch à corte. Trump não tem papel no evento, mas os presidentes costumam participar das posses.

Enquanto a disputa sobre o decreto anti-imigração e outros pontos de discórdia complicaram os primeiros meses do governo Trump, a escolha de Gorsuch para à Suprema Corte ganhou elogios generalizados da comunidade jurídica, assim como apoio unânime dos Republicanos no Senado.

Um juiz federal bloqueou pela primeira fez o decreto anti-imigração de Trump no início de fevereiro. O presidente lançou uma versão revisada em março. Desde então, o projeto nunca entrou em vigor após os juízes em Maryland e Havaí colocá-lo em espera. O governo insiste em demandar à Suprema Corte que o bloqueio seja imposto imediatamente.

 

Compartilhe
Previous Homem é picado por cobra e morde esposa para não morrer sozinho
Next Justiça espanhola diz que Ricardo Teixeira pediu conselho para fugir

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Cotidiano

Praça que homenageia Myriam Fraga é inaugurada no Itaigara

Às vésperas do Dia das Mães, a Prefeitura entregou, na noite de hoje (12), um importante espaço de lazer e convivência ao bairro do Itaigara que também é uma homenagem

Notícias

Foro privilegiado para crimes comuns pode acabar nesta semana

O Senado está prestes a concluir a votação da proposta que acaba com o chamado foro privilegiado em caso de crimes comuns. Segundo o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE),

Mauricio Macri reúne-se com presidentes do Senado e da Câmara

Em viagem oficial ao Brasil, o presidente da Argentina, Mauricio Macri, aproveitou para visitar o Congresso Nacional, onde foi recebido pelos presidentes da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do