Lewandowski é sorteado relator de um dos inquéritos contra Aécio Neves no STF

Lewandowski é sorteado relator de um dos inquéritos contra Aécio Neves no STF

O ministro Ricardo Lewandowski é o relator de um dos seis inquéritos contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF), após redistribuição feita a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Ele substituirá o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte.

Nesse inquérito, Aécio é investigado junto com o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), ex-governador de Minas Gerais, e o deputado federal Dimas Toledo (PP-MG) e o ex-deputado Pimenta da Veiga.

Todos são investigados por corrupção e lavagem de dinheiro, suspeitos de participar de um esquema para a receptação de R$ 6 milhões em doações ilegais para a campanha eleitoral dos envolvidos, em 2014.

Eles foram citados pelo delator Benedicto Júnior, ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura, que afirmou que Aécio pediu a ele para que a empresa fizesse repasses à campanha dos parlamentares pouco antes do primeiro turno das eleições em 2014.

O inquérito é um dos 76 decorrentes das delações premiadas de ex-funcionários da Odebrecht. As investigações foram autorizadas por Edson Fachin, que havia sido escolhido relator por prevenção, por ser o responsável pela Lava Jato no Supremo.

A própria PGR, no entanto, argumentou que o caso não guarda relação com a Lava Jato, e pediu a redistribuição livre, por sorteio, o que foi autorizado na terça-feira (13) pela presidente do STF, Cármen Lúcia.

“As razões apresentadas pelo Ministério Público Federal e a manifestação do ministro relator conduzem à conclusão de inexistência de conexão ou continência” com a Lava Jato, escreveu a ministra no despacho em que determinou a redistribuição

Compartilhe
Previous “Fachin merece o apoio institucional do Supremo”, diz Celso de Mello
Next Câmara de Salvador e Senado viabilizam Escola do Legislativo

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Comissão da Câmara aprova texto principal da reforma da Previdência

Após um dia inteiro de discussão, os deputados da comissão especial que discute a reforma da Previdência na Câmara aprovaram o parecer do relator, Arthur Maia (PPS-BA). Sem abstenções, o

Política

Bacelar defende liberdade dos professores em sala de aula

“Educação de qualidade não é apenas acadêmica. É também a construção de cidadãos globais, que se importam com os direitos humanos”. O conceito foi defendido pelo deputado federal Bacelar (PTN-BA),

Municípios

Camaçari: Projeto “Agito Arembepe” realiza 3ª edição do evento

O projeto “Agito Arembepe” realiza mais uma atividade esportiva na localidade. No sábado (20), às 19h, acontece a terceira edição da Corrida Noturna. O evento esportivo, que tem percursos de