Presidente da CCJ rejeita pedido da base aliada para interrogar Fachin

Presidente da CCJ rejeita pedido da base aliada para interrogar Fachin

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), decidiu rejeitar requerimento apresentado por parlamentares da base aliada por meio do qual cobravam informações ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre a relação dele com o executivo Ricardo Saud, um dos delatores do grupo J&F, que administra a JBS. Caberá agora recurso à Mesa Diretora para que o pedido seja votado diretamente no plenário da Casa.

“Devo indeferir e não pautar o requerimento (na CCJ). Falta embasamento jurídico”, afirmou Pacheco ao Broadcast/Estadão na noite desta terça-feira, 13. De acordo com o peemedebista, que também é da base aliada do governo, o requerimento é atípico e, por isso, não há previsão na Constituição Federal nem no Regimento Interno da Câmara para votá-lo na comissão que preside.

O requerimento foi apresentado pelo deputado Fausto Pinato (PP-SP) com apoio de vários deputados da base e até da oposição, em reação à delação premiada da JBS. Na delação, executivos da empresa incriminaram o presidente Michel Temer e disseram ter pago propina a 1.890 políticos, entre eles, vários parlamentares Além do requerimento, base e oposição articularam a criação de uma CPI Mista para investigar o frigorífico no Congresso.

Compartilhe
Previous Aécio reafirma que Andrea jamais foi responsável por qualquer crime
Next Temer oferece jantar para governadores em Brasília

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Temer reúne base para retomar votações no Congresso

O presidente Michel Temer reuniu hoje (20) a base aliada do governo após o pronunciamento no qual rebateu as denúncias do empresário Joesley Batista, que fez acordo de delação premiada

Política

TSE diz que candidatura avulsa ‘compromete totalmente a segurança da eleição’

Um dia antes de o Supremo Tribunal Federal (STF) discutir a possibilidade de candidaturas avulsas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) encaminhou nesta terça-feira, 3, à presidente do STF, ministra Cármen

Notícias

Mercado financeiro ignora Lula em encontro com presidenciáveis

Apesar de aparecer em primeiro lugar nas pequisas de intenção de voto para a Presidência da República, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou fora da lista de convidados