Planalto não se manifestará oficialmente sobre a prisão de Rocha Loures

Planalto não se manifestará oficialmente sobre a prisão de Rocha Loures

O Palácio do Planalto não vai se manifestar oficialmente sobre a prisão de Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor oficial do presidente da República, Michel Temer. O peemedebista foi preso na manhã desta sábado, 3, em Brasília, e é considerado pelos investigadores da Operação Lava Jato como o “homem de confiança” de Temer.

O presidente, que inicialmente passaria o fim de semana em São Paulo, retornou a Brasília na noite de sexta-feira, 2, logo após começar a surgir os primeiros sinais de que Rocha Loures seria preso.

Amigo de longa data de Temer, Rocha Loures foi preso depois de o presidente decidir retirar Osmar Serraglio (PMDB-PR) do Ministério da Justiça. Rocha Loures era suplente de Serraglio na Câmara e acabou perdendo a prerrogativa de foro após o peemedebista reassumir o mandato parlamentar.

Quando foi deflagrada a Operação Patmos, em 18 de maio, o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), havia alegado a imunidade parlamentar de Rocha Loures para não autorizar a prisão.

Sem a prerrogativa de foro, o procurador-geral da Republica, Rodrigo Janot, voltou a pedir a medida cautelar contra o aliado de Temer. Fachin assinou o despacho autorizando a prisão ainda na sexta-feira.

Compartilhe
Previous Em vídeo, Fraga diz que perdeu a prótese dentária, não a dignidade
Next Agenda de Temer foi alterada após delação de Joesley, diz revista

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Mundo

Príncipe Charles levará Meghan Markle ao altar

O príncipe Charles, herdeiro da coroa e pai do noivo, Harry, levará até o altar sua futura nora Meghan Markle no casamento de sábado, anunciou o Palácio de Kesington nesta

Municípios

Lauro de Freitas: Moema Gramacho faz balanço da gestão e pede descupa à população pela buraqueira na cidade; assista

A prefeita Moema Gramacho reuniu imprensa na manhã desta quinta-feira(27), para apresentar balanço após 06(seis) meses de gestão à frente do município de Lauro de Freitas. Moema destacou a capacidade

Política

Eleições 2018: Bolsonaro briga pelo 2º lugar; Lula aumenta liderança

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) subiu e atingiu a segunda posição – em empate técnico com a ex-senadora Marina Silva (Rede Sustentabilidade) – em pesquisa do Instituto Datafolha sobre a