Planalto não se manifestará oficialmente sobre a prisão de Rocha Loures

Planalto não se manifestará oficialmente sobre a prisão de Rocha Loures

O Palácio do Planalto não vai se manifestar oficialmente sobre a prisão de Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor oficial do presidente da República, Michel Temer. O peemedebista foi preso na manhã desta sábado, 3, em Brasília, e é considerado pelos investigadores da Operação Lava Jato como o “homem de confiança” de Temer.

O presidente, que inicialmente passaria o fim de semana em São Paulo, retornou a Brasília na noite de sexta-feira, 2, logo após começar a surgir os primeiros sinais de que Rocha Loures seria preso.

Amigo de longa data de Temer, Rocha Loures foi preso depois de o presidente decidir retirar Osmar Serraglio (PMDB-PR) do Ministério da Justiça. Rocha Loures era suplente de Serraglio na Câmara e acabou perdendo a prerrogativa de foro após o peemedebista reassumir o mandato parlamentar.

Quando foi deflagrada a Operação Patmos, em 18 de maio, o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), havia alegado a imunidade parlamentar de Rocha Loures para não autorizar a prisão.

Sem a prerrogativa de foro, o procurador-geral da Republica, Rodrigo Janot, voltou a pedir a medida cautelar contra o aliado de Temer. Fachin assinou o despacho autorizando a prisão ainda na sexta-feira.

Compartilhe
Previous Em vídeo, Fraga diz que perdeu a prótese dentária, não a dignidade
Next Agenda de Temer foi alterada após delação de Joesley, diz revista

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Entretenimento

Eliana se afasta da TV por ordem médica: “Preciso salvar minha filha”

A apresentadora Eliana precisou se afastar de seu programa no SBT após receber ordens médicas. Grávida pela segunda vez, ela terá que ficar de repouso absoluto até o nascimento da

Notícias

Michel Temer sanciona a lei da reforma trabalhista

O presidente da República Michel Temer sancionou, na tarde desta quinta-feira (13/7), a reforma trabalhista. A cerimônia ocorreu no Palácio do Planalto e contou com os ministros do governo e

Política

Feira de Santana: Vereador pede revogação de cidadania feirense a Aécio Neves

Após ser afastado do cargo de senador e ainda ver sua irmã e um primo serem presos pela Polícia Federal na última semana, Aécio Neves (PSDB-MG) poderá agora perder o