Defesa de Temer diz que Janot age com “nítido viés político”

Defesa de Temer diz que Janot age com “nítido viés político”

O criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira declarou neste sábado (3/6) que o procurador-geral da República Rodrigo Janot age movido por “nítido viés politico”. Mariz ficou indignado com afirmação do chefe do Ministério Público Federal de que o ex-deputado e ex-assessor do presidente Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures, é “um verdadeiro longa manus de Temer”, ou seja, executor de crime ordenado pelo presidente.

“Dizer que o Sr. Rocha Loures é longa manus do presidente constitui mais uma assertiva do procurador-geral desprovida de qualquer apoio nos fatos e, portanto, é uma afirmação fruto do seu desejo de pura e simplesmente acusar o presidente da República dentro de um quadro meramente ficcional”, declarou Mariz.

Compartilhe
Previous PEC do fim do foro privilegiado divide deputados antes mesmo de chegar à Câmara
Next Miss cai de prédio e morre ao tentar tirar foto pela janela

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Bruno Reis recebe Medalha Thomé de Souza nesta quinta

A Câmara Municipal de Salvador (CMS) realiza, nesta quinta-feira (18), às 19h, no Plenário Cosme de Farias, uma sessão solene de outorga da Medalha Thomé de Souza ao vice-prefeito Bruno

Notícias

Fuzuê abre pré-Carnaval de Salvador e arrasta multidão para a Barra

Máscaras,  fantasias e famílias inteiras marcaram mais um ano do Fuzuê, neste sábado (03), primeiro dia do pré-Carnaval de Salvador. Gratuitos e com mais de 31 atrações, o movimento, que

Notícias

Temer recua e vai revogar decreto que extinguiu Reserva de cobre

O presidente Michel Temer recuou da decisão de extinguir a Reserva Nacional de Cobre e seus Associados (Renca), entre o Pará e o Amapá. A revogação será publicada no Diário