Pablo Barrozo critica falta de planejamento do Governo com obras no Pelourinho

Pablo Barrozo critica falta de planejamento do Governo com obras no Pelourinho

O deputado estadual Pablo Barrozo (DEM) criticou nesta quinta-feira (1) a decisão do Governo do Estado de vetar os shows no Centro Histórico de Salvador. Além da ausência das apresentações artísticas que acontecem no período junino nas praças Tereza Batista, Quincas Berro D’Água e Pedro Arcanjo, ambulantes locais estão proibidos de comercializar, após notificação do governo. Os três largos passarão por reforma a partir deste mês, conforme a Secretaria de Cultura do Estado (Secult).

“Proibir que os comerciantes trabalhem nas praças em plena época junina é uma maldade. É não entender o Pelourinho como fonte de emprego e renda, como atração para milhares de turistas que nos visitam e ficam abismados com o sucateamento do local, sem falar na falta de segurança”, ressaltou.

Para ele, além do descaso com o setor de turismo do estado, tendo em vista o imbróglio com o Centro de Convenções, o governo estadual mostra, mais uma vez, a ineficiência nas ações com os pontos turísticos de Salvador.

Vice-líder da minoria na Assembleia Legislativa, Pablo Barrozo questionou a gestão estadual sobre a falta de planejamento. “As reformas poderiam ter sido feitas antes, porque não fez? Porque o Governo do Estado não tem planejamento, não tem responsabilidade com um setor importante para nossa capital, e decide, arbitrariamente, punir os comerciantes, quem mais precisa destas praças em pleno funcionamento e cheias”, disse, lembrando ainda que o Pelô é tombado e considerado patrimônio da humanidade, representando muito para nossa cultura.

Recentemente o deputado se reuniu com o empresário Clarindo Silva, representantes do Acopelô (Associação Comercial do Pelourinho) e o presidente da ALBA, Angelo Coronel (PSD). Na ocasião, os parlamentares ouviram as demandas dos comerciantes e reafirmaram o compromisso em contribuir em prol do fortalecimento do espaço.

Compartilhe
Previous MP repudia projetos que desmontam a defesa e proteção ao meio ambiente
Next “Duvido que ele faça uma delação”, afirma Temer sobre Rocha Loures

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Mundo

Relação de Trump com Rússia é ilegal para 31% dos americanos, aponta pesquisa

Pesquisa feita pela Universidade Quinnipiac, nos Estados Unidos, aponta que 31% dos eleitores americanos acreditam que o presidente do país, Donald Trump, cometeu irregularidade ao supostamente ter mantido relações com

Notícias

Salvador: Vereadores aprovam 114 projetos na sessão desta quarta

A Câmara Municipal de Salvador aprovou 114 proposições de autoria dos vereadores, durante a sessão ordinária da tarde desta quarta-feira (24), no Plenário Cosme de Farias. Foram referendados pelos legisladores

Política

Advogado de Geddel diz que denúncia do MPF é ‘inepta’ e ‘imprestável’

O advogado Gamil Foppel, que defende o ex-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República Geddel Vieira Lima, afirmou nesta quarta-feira, 16, em nota, que é “inepta” e “imprestável”