Eleições diretas são única saída para garantir democracia e retomar desenvolvimento, diz Lídice

Eleições diretas são única saída para garantir democracia e retomar desenvolvimento, diz Lídice

A senadora Lidice da Mata (PSB-BÁ) defendeu hoje (19/5) que é preciso construir um espaço de diálogo com toda a sociedade brasileira e trabalhar para que ocorram eleições diretas para Presidente da República. “Este é o único caminho para reorganizar a Nação e buscarmos um futuro grandioso que o povo brasileiro merece”, disse.

A parlamentar baiana lembrou que a crise, agora, atinge diretamente o presidente Michel Temer, que “perdeu apoio e cujas suspeitas recaem sobre sua honestidade,  seriedade e espírito republicano “.

Para Lidice, esta crise teve origem no processo de impeachment da Presidenta Dilma: “Naquele período já falávamos que o impedimento traria graves consequências para a Nação brasileira, porque se estava quebrando um princípio constitucional. Vivemos àquela época uma pressão imensa dos que desejavam tirar a Presidenta Dilma do governo para caracterizar sua saída por crime de responsabilidade por pedaladas fiscais. E o que estamos vendo agora é o Brasil envolto numa crise sem precedentes na história política do Pais, iniciada naquele processo de impedimento”.

Eleições diretas já- Embora haja a possibilidade de renúncia de Temer, Lidice não acredita que isso possa ocorrer. “Temos ainda o caminho do impedimento, que é longo, mas eu acredito que o ideal neste momento é reconstruir a democracia, o que passa por consolidar a ideia de chamar imediatamente eleições diretas para Presidente, com escolha pelo povo nas urnas “, defende a senadora.

Lídice chama a atenção que, no entanto,  é preciso calma, pois o momento é grave. “Temos que ter serenidade para mobilizar a sociedade e convocar  a população para se manifestar de forma firme e pacífica, para impedir que as reformas propostas pelo governo Temer continuem no Congresso Nacional. Só assim poderemos retomar a pauta do desenvolvimento”.

Compartilhe
Previous ALBA: Galo sugere inclusão de técnicos em agroecologia nos concursos públicos
Next Cármen Lúcia rebate sobre Presidência e diz seguir na magistratura

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Podemos votar abuso de autoridade na CCJ em duas semanas ou 10 dias, diz Lobão

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Edison Lobão (PMDB-MA), confirmou que o projeto que altera a lei de abuso de autoridade vai entrar na pauta da comissão

Política

Cármen Lúcia obriga tribunais do País a informar salários pagos a juízes

Em meio a uma polêmica em torno de altos salários pagos a juízes de Mato Grosso, a presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF),

Política 0 comentários

STF começa a decidir sobre pedido de liberdade de Eduardo Cunha

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar há pouco o pedido de liberdade feito pela defesa do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Antes de chegar ao pleno