Oposição provoca governo a priorizar política de segurança pública

Oposição provoca governo a priorizar política de segurança pública

Os deputados da Bancada de Oposição intensificaram as denúncias sobre a situação de violência que vive o interior do estado. Parlamentares que visitam com frequência pequenas e médias cidades baianas voltaram a demonstrar indignação com a falta de estrutura policial e as constantes ocorrências de assaltos e arrombamentos a residências e casas comerciais, além dos ataques a bancos, nos municípios.

Consta que o orçamento do estado ano passado para a segurança pública foi de R$ 5,12 bilhões, entretanto o governo teria deixado de gastar R$342 milhões no setor. O dado foi enfatizado pelo deputado estadual Targino Machado (PPS), durante pronunciamento, na tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia. Em 2017 o orçamento diminuiu em R$100 milhões. Segundo ele, esses dados mostram a falta de prioridade do governo com as demandas que envolvem a segurança pública do estado.

O deputado frisou que falta compromisso do governo do estado com mais policiamento no interior. Ele relatou o clima de medo e a falta de confiança da população para prestar queixas nas delegacias.

“Fiquei chocado hoje ao me deparar com o prédio, onde funciona uma rádio em São Gonçalo dos Campos, fechado com trinco e dois cadeados. Isso tudo porque o local também já sofreu arrombamentos. Diante disso e de muitos outros registros o que temos percebido é que há um império da desordem e da falta de lei e autoridade em nosso estado”, criticou.

O parlamentar aproveitou o pronunciamento para fazer um apelo ao governador Rui Costa (PT). “No Palácio de Ondina existem pelo menos 100 policiais para protegê-lo, enquanto uma cidade com 40 mil habitantes como é São Gonçalo tem apenas dois policiais e uma viatura que desde ontem estaria quebrada.

O líder da Bancada, deputado Leur Lomanto Jr. (PMDB), acrescentou que as medidas propagadas pela Secretaria de Segurança não estão reduzindo os índices de violência. “O que vemos no dia a dia em todo o estado é que os sistemas avançados de inteligência anunciados pelo governo não estão funcionando, pois a violência urbana continua cada vez pior”, frisou.

Compartilhe
Previous Delcídio acertou caixa 2 na sauna, diz casal de marqueteiros
Next Coronel destaca relevância da Alba no 8º Encontro de Governadores do Nordeste

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Inscrições para o Fies no segundo semestre começam hoje

As inscrições ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o segundo semestre deste ano começam hoje (25). Serão oferecidas 75 mil novas vagas aos estudantes que procuram um financiamento para

Política

Comissão de Ética vai investigar ministro dos Transportes

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República abriu processo para investigar a conduta do ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella. Ele será investigado por ter,

Política

Aleluia: Petistas engataram a marcha ré na competitividade baiana

“Nesses 10 anos de PT, a Bahia engatou a marcha ré. Já caiu para 20º lugar no ranking de competitividade entre os 27 estados do Brasil”, diz o deputado federal