‘Manda a PF devolver os iPads dos meus netos’, pede Lula a Moro

‘Manda a PF devolver os iPads dos meus netos’, pede Lula a Moro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta quarta-feira, 10, durante interrogatório na Operação Lava Jato a devolução “dos iPads dos netos” dele ao juiz federal Sérgio Moro. Segundo o petista, os equipamentos foram apreendidos em março de 2016 durante a Operação Aletheia – etapa da Lava Jato que levou coercitivamente o ex-presidente para depor.

“Aliás, eu queria aproveitar, já que o senhor falou dessa coerção, determine que a Polícia Federal devolva os iPads dos meus netos. É uma vergonha, iPad de neto de 5 anos está desde março do ano passado”, reclamou Lula. Moro afirmou que é “só pedir a restituição que é devolvido”.

Lula não concordou. “Não, não, não, não. Já pedi, já foi falar. Não pense que as coisas funcionam. Isso é que nem no Governo. Não pense que tudo que o senhor pede as pessoas fazem rapidamente. O senhor não viu como a Polícia Federal entrou na casa dos meus filhos. Não é com a educação que entraram na minha. Na casa dos meus filhos quebraram porta, quebraram portão.”

O magistrado declarou que se Lula tivesse reclamações sobre a conduta da PF, poderia informar. “Não tem como tomar providência se o senhor não faz essa informação. Isso que o senhor está falando agora, nunca ouvi.”

A denúncia do Ministério Público Federal sustenta que Lula recebeu R$ 3,7 milhões em benefício próprio – de um valor de R$ 87 milhões de corrupção – da empreiteira OAS, entre 2006 e 2012. As acusações contra Lula são relativas ao recebimento de vantagens ilícitas da empreiteira por meio do triplex 164-A no Edifício Solaris, no Guarujá, e ao armazenamento de bens do acervo presidencial, mantido pela Granero de 2011 a 2016. O petista é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção.

Compartilhe
Previous Lula se contradiz sobre relação de Vaccari com Duque
Next Câmara aprova proposta que regulamenta vaquejadas

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Senador apresenta projeto para beneficiar suspeito de roubar dinheiro público

Qualquer servidor público, incluindo os eleitos, suspeito de lesar os cofres públicos, ou seja, enriquecer de forma ilícita às custas do dinheiro público poderá ser beneficiado por um Projeto de

Notícias

ACM Neto é cotado para ser vice de Doria numa possível candidatura à Presidência da República

A disputa interna do PSDB pela vaga de candidato à Presidência em 2018 chegou a partidos aliados dos tucanos. DEM e PMDB, que integram a núcleo duro de apoio ao

Política

Janot nega vazamentos na PGR e diz que acusação “beira a irresponsabilidade”

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, reagiu hoje (22) às recentes declarações de que integrantes do Ministério Público Federal (MPF) teriam realizado uma “entrevista coletiva” informal com jornalistas para vazar