Paulo Mota vai apoiar Gilmar Santiago para presidente municipal do PT

Paulo Mota vai apoiar Gilmar Santiago para presidente municipal do PT

Na próxima segunda-feira(17), o candidato que disputou a presidência do Partidos dos Trabalhadores(PT), Paulo Mota, vai anunciar oficialmente seu apoio para Gilmar Santiago para presidente da sigla em Salvador.

Gilmar Santiago disputa com Dani Ferreira a presidência do partido na capital baiana.

Para Mota, apoiar Gilmar é defender a relação histórica. “nossos programas são parecidos, ele é orgânico, sem vacilação, faz oposição de verdade ao Carlismo, não se rende, nem se vende, votou junto com ele, pela expulsão dos vereadores Suíca e Moíses Rocha” disparou.

Ainda de acordo Mota, Gilmar é experiente na política e vai comandar uma gestão democrática, horizontalizada e mais equilibrada, dando poder as zonais partidárias, defendeu.

Confira o resultado final das eleições no primeiro turno

Direção Municipal PT Salvador

Executiva

Muda PT – 7 membros
CNB – 6 membros
Força – 1 membro

Diretório

Muda PT – 21 membros
CNB/EPS – 18 membros
Força – 3 membros
OT – 2 membros

COE municipal

Dani – 827
Gilmar – 921
Paulo – 187

 

Compartilhe
Previous Emilly é a vencedora da final do ‘BBB17’
Next "Não houve doação de caixa 2 para a nossa campanha", diz ACM Neto

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Carolino destaca empenho de Rui para sucesso de festa no subúrbio

O vereador Toinho Carolino (Podemos) parabenizou nessa segunda (26) o governador Rui Costa pelo sucesso das festas juninas realizadas no Subúrbio Ferroviário de Salvador, patrocinado pelo Governo do Estado. “O

Política

Dias Toffoli, do STF, teria recebido R$ 350 mil de empresa investigada

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) José Antonio Dias Toffoli teria recebido, em 2011, R$ 100 mil a mais que o valor de um ano inteiro de salário líquido

Política

Cabral é alvo de nova denúncia na Lava Jato

O ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) e dois ex-colaboradores foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) pelo crime de lavagem de dinheiro. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), eles lavaram dinheiro